Arquivo da categoria: Notícias

KEKA É ELEITA MELHOR FIXA DO ESTADUAL 2017

Artilheira e líder de assistências da Malgi, a fixa Keka foi eleita neste domingo a melhor jogadora da posição no Estadual 2017. Autora de 16 gols e 7 assistências na competição, a fixa de 20 anos venceu a concorrência com campeã Estadual e craque da competição Dani Sousa (Celemaster) e de mais três adversárias, tendo 63% dos votos. Keka ainda concorria ao prêmio de craque do campeonato, vencido pela também fixa Dani Sousa, campeã Estadual pela Celemaster Uruguaianense.

“Para mim foi meio que inesperado, por que se for olhar os nomes que estavam concorrendo comigo eu pensei que não seria a escolhida, mas fiquei muito feliz. Embora o nosso objetivo que era o título não tenha sido alcançado, esse prêmio mostra que nosso trabalho vem sendo bem feito”, comentou a fixa e capitã da Malgi.

Alem das indicações de Keka, a Malgi ainda concorria a mais sete prêmios, melhor goleira e revelação, com Gleiskelly (Lele), melhor ala com Dudinha e Paola, melhor pivô com Thais, melhor técnico com Maurício Giusti e melhor comissão técnica.

Confira os vencedores de cada categoria:

Melhor Goleira
Lais (Celemaster)
Lele (Malgi)
Lídia (Cometa Rodeio Futsal)
Claudia (Cometa Rodeio Futsal)
Nathalia (AMF)
Renata (ACBF)
Bruna (ACBF)

Melhor Fixa
Dani Sousa (Celemaster)
Keka (Malgi)
Mayara (ACBF)
Dani Fleitas (Celemaster)
Laine (Cometa Rodeio Futsal)

Melhor Ala
Pati (ACBF)
Marcella (ACBF)
Jaque (Celemaster)
Mariane (Cometa Rodeio Futsal)
Dudinha (Malgi)
Gabriela (Celemaster)
Carla Dalla Cort (Cometa Rodeio Futsal)
Paola (Malgi)

Melhor Pivô
Becha (Celemaster)
Patrícia (ACBF)
Elaine (Cometa Rodeio Futsal)
Thais (Malgi)
Cota (ACBF)

Revelação
Carla (Cometa Rodeio Futsal)
Lele (Malgi)
Jaque (Celemaster)
Patrícia (ACBF)
Nathalia (AMF)

Craque
Gabi (ACBF)
Dani Sousa (Celemaster)
Keka (Malgi)
Elaine (Cometa Rodeio Futsal)

Melhor Técnico
Jeferson (Cometa Rodeio Futsal)
André Malfussi (Celemaster)
Henrique (ACBF)
Maurício Giusti (Malgi)

Melhor Comissão Técnica
Celemaster
ACBF
Malgi
Cometa Rodeio Futsal

DESPEDIDA DE CABEÇA ERGUIDA

A Malgi se despediu nesta quinta-feira da Taça Brasil Sub-20. Em Iranduba (AM), as representante gaúchas na competição fizeram um jogaço contra favorita ao título Leoas da Serra (SC) e deixaram a quadra com um empate amargo, após ser superior em grande parte da partida.

Valendo uma vaga na semifinal da Taça Brasil Sub-20, o duelo entre Malgi e Leoas da Serra começou muito pegado. Com entradas duras e forte marcação, os primeiros minutos foram muito intensos e de pressão da Malgi.

A primeira chance de gol da Malgi veio em cobrança de falta de Thais que a goleira defendeu. Na sequencia foram ao menos mais três grandes chances de gol, que pararam na goleira adversária. A resposta da Leoas foi certeira, em jogada rápida pela direita as catarinenses abriram o placar. No minuto seguinte, Evelyn fez grande jogada na área e a bola sobrou para Larissa que chutou, a defensora da Leoas evitou o gol com a mão e o árbitro marcou pênalti. A goleira Kauana que saiu do banco para fazer a cobrança, soltou a bomba no ângulo e deixou tudo igual. Pouco depois Jaque aproveitando rebote quase virou o placar. No lance seguinte Keka arriscou da direita e a goleira espalmou para escanteio.

O tempo passava e a Malgi seguia em cima das catarinenses, mas a bola teimava em não entrar, Larissa de fora da área passou perto, Jaque pela direita também tentou mas não conseguiu tirar o empate do placar na primeira etapa.

O segundo tempo começou com a mesma intensidade do primeiro, com as duas equipes marcando forte os primeiros minutos foram de faltas e poucas oportunidades. A Malgi foi quem assustou primeiro, Lele arriscou para defesa da goleira. Pouco depois foi a vez das catarinenses chegarem com perigo e Lele fazer grande defesa.

A Malgi precisava vencer para se classificar e se chegou a virada em jogada ensaiada de escanteio que terminou no gol de Jaque. O resultado eliminava as Leoas da Serra, que com 10 minutos no relógio passou a usar a goleira linha. A tática da Leoas estava sendo bem defendida pela Malgi até os últimos minutos. Mas quando o relógio marcava dois minutos para o fim, as catarinenses marcaram o segundo gol. A Malgi ainda tentou buscar o terceiro gol, que daria a classificação, mas não conseguiu alterar o placar.

Com o empate a malgi se despede da Taça Brasil Sub-20 na terceira posição do Grupo A com 7 pontos, mesmo número de pontos da Leoas da Serra (SC), que passou para próxima fase nos critérios de desempate.

Agora a Malgi deixa Manaus e retorna para Pelotas, onde no próximo mês inicia a disputa do Jirgs.

Campanha da Malgi
3 Jogos
2 Vitórias
1 Empate
1 Derrota
Aproveitamento 58,33%

Tabela de Jogos da Malgi:
1ª Rodada – Associação Desportiva Arsenal (AM) 0x4 Malgi – (26/11/17, 23h)
2ª Rodada – Minas Brasília Tênis Clube (DF) 2×0 Malgi – (27/11/17, 21h30)
3ª Rodada – Folga
4ª Rodada – Malgi 8×2 Associação Dal Molin de Futsal (RO) – (29/11/17, 20h)
5ª Rodada – Associação Leoas da Serra (SC) 2×2 Malgi – (30/11/17, 23h)

Artilheiras
Jaque – 4 Gols
Dudinha – 3 Gols
Larissa – 2 Gols
Evelyn – 2 Gols

Líderes de assistências
Larissa – 2
Jaque – 2

MALGI INDICADA AO PRÊMIO DE MELHORES DO ESTADUAL

Uma das melhores equipes do Estadual 2017, a Malgi também se destacou individualmente na competição e tem nove indicações ao prêmio de melhores do Estadual 2017, realizada pelo Blog do Sandro.

Dona de uma das melhores defesas do Estadual com apenas 33 gols sofridos, a Malgi tem na goleira Gleiskelly (Lele) a indicação para melhor da posição. A goleira da Malgi também disputa o prêmio de revelação do campeonato. Sua principal concorrente na disputa do prêmio é a ala Jaque da Celemaster, que hoje disputa a taça Brasil Sub-20 pela Malgi.

Principal jogadora da Malgi no Estadual, autora de 16 gols e 7 assistências em 16 partidas, a fixa Keka também concorre a dois prêmios. O de melhor fixa e o principal prêmio, o de craque da competição.

Alem de lele e Keka, a Malgi tem Dudinha e Paola indicadas ao prêmio de melhores alas da competição. Juntas, as duas balançaram as redes 17 vezes no Estadual, Paola ainda deu 6 assistências para gols das companheiras.

As indicações da Malgi não terminam por ai, autora do primeiro gol contra a Celemaster na semifinal em Uruguaiana, a pivô Thais, concorre como melhor da posição. Ela terá a dura concorrência da Argentina Becha, artilheira do Estadual. O técnico Maurício Giusti também está concorrendo, como o melhor técnico  e a comissão técnica da Malgi como a melhor da competição.

O anuncio dos vencedores será divulgado no dia 10 de dezembro em Rio Pardo, em um evento de confraternização realizado na sede do Clube literário de Rio Pardo.

Confira os indicados:

Melhor Goleira
Lais (Celemaster)
Lele (Malgi)
Lídia (Cometa)
Claudia (Cometa)
Nathalia (AMF)
Renata (ACBF)
Bruna (ACBF)

Melhor Fixa
Dani Sousa (Celemaster)
Keka (Malgi)
Mayara (ACBF)
Dani Fleitas (Celemaster)
Laine (Cometa)

Melhor Ala
Pati (ACBF)
Marcella (ACBF)
Jaque (Celemaster)
Mariane (Cometa)
Dudinha (Malgi)
Gabriela (Celemaster)
Carla Dalla Cort (Cometa)
Paola (Malgi)

Melhor Pivô
Becha (Celemaster)
Patrícia (ACBF)
Elaine (Cometa)
Thais (Malgi)
Cota (ACBF)

Revelação
Carla (Cometa)
Lele (Malgi)
Jaque (Celemaster)
Patrícia (ACBF)
Nathalia (AMF)

Craque
Gabi (ACBF)
Dani Sousa (Celemaster)
Keka (Malgi)
Elaine (Cometa)

Melhor Técnico
Jeferson (Cometa)
André Malfussi (Celemaster)
Henrique (ACBF)
Maurício Giusti (Malgi)

Melhor Comissão Técnica
Celemaster
ACBF
Malgi
Cometa

VITÓRIA EM GRANDE ESTILO

A Malgi deu um passo importante para buscar a classificação para semifinal da Taça Brasil Sub-20, que está sendo disputada no Amazonas. As comandadas de Maurício Giusti venceram a Associação Dal Molin de Futsal, representante de Rondônia por 8 a 2, em uma noite onde a equipe criou muitas oportunidades de gol.

Precisando vencer para buscar a classificação, a Malgi começou a partida em cima do Dal Molin, logo no primeiro minuto de jogo Paola recebeu na entrada da área girou e chutou no canto para defesa da goleira. No lance seguinte Jaque chutou forte e a bola passou raspando a trave. A ala chegou com perigo mais uma vez pouco depois, Jaque recebeu dentro da área mas sua finalização parou na goleira.

A pressão da Malgi deu resultado logo na sequencia. Bruna recebeu de jaque dentro da área e chutou colocado no canto para abrir o placar. Melhor em quadra a Malgi por muito pouco não ampliou o placar com Keka, que em duas oportunidades parou na goleira adversária. Se a capitã não conseguiu passar pela goleira Thais, repetiu o feito da semifinal do Estadual e de falta marcou o segundo.

Era uma partida de ataque contra defesa, enquanto a Malgi criava diversas oportunidades de gol, a equipe de Rondônia não assustava a goleira Gleiskelly. Foram aos menos mais 5 chances claras de gols desperdiçadas pela Malgi no primeiro tempo, mas a bola não entrou e a primeira etapa terminou 2 a 0.

No segundo tempo a Malgi voltou com o mesmo impeto e logo no primeiro minuto ampliar a vantagem, em rápido contra ataque, Jaque fez grande jogada e chutou para defesa da goleira, no rebote Evelyn marcou de cabeça o terceiro. Pouco depois Keka fez grande jogada e chutou cruzado, Dudinha de barriga marcou o quarto. No lance seguinte, Jaque fez roubou bola da defesa e chutou no canto para marcar o quinto. A pressão da Malgi era intensa e Dudinha Mais uma vez apareceu para marcar, deixando o placar em 6 a 0.

Numa das poucas oportunidades que teve na partida, o Dal Molin chegou ao seu gol, em rápido contra ataque. O gol adversário não abalou a Malgi que não demorou a ampliar o placar, mais uma vez com Dudinha, que chegou ao seu hat-trick após passe de Thais. As rondonienses chegaram ao segundo após novo contra ataque, mas Larissa no final definiu o placar após completar cruzamento de Paola de carrinho.

Com a vitória a Malgi chega aos seis pontos em três jogos e divide a liderança com Minas/Icesp Brasília (DF), Arsenal (DF) e Leoas da Serra (SC), este último o adversário desta quinta-feira. A partir das 23 horas (Brasília), 21 horas (local), Malgi e Leoas da Serra duelam por uma das duas vagas na semifinal da Taça Brasil Sub-20.

Para chegar a próxima fase, a Malgi precisa vencer o Leoas da Serra ou empatar e torcer por uma improvável derrota do Minas/Icesp Brasília (DF) para o Dal Molin (RO).

Foto: Emanuel Mendes Siqueira/Emanuel Sports & Marketing

PRIMEIRO REVÉS

A Malgi conheceu sua primeira derrota na Taça Brasil Sub-20, nesta segunda-feira. Após estrear goleando o Arsenal do Amazonas por 4 a 0, as meninas foram derrotadas pelo Minas/Icesp Brasília por 2 a 0.

A equipe de Brasília começou melhor a partida, marcando em cima criou as melhores oportunidades do minutos iniciais e abriu o placar com Ellen. A resposta da Malgi veio em chute de Jaque que foi defendido pela goleira adversária. Após o susto inicial a Malgi começou a dominar a partida, mas não conseguir furar a forte marcação da equipe Brasiliense.

Na segunda etapa a Malgi voltou disposta empatar a partida, Evelyn em linda jogada individual parou na goleira. No lance seguinte ela serviu Paola que também parou na goleira adversária. Jaque em chute cruzado por muito pouco não empatou. Se a Malgi não conseguiu passa pela goleira adversária, o Minas/Icesp Brasília chegou ao segundo gol após rápido contra ataque que terminou nos pés de Ana Keyla, que chutou no canto de Gleiskelly. Pouco depois, as Brasilienses por pouco não marcaram o terceiro, não fosse a trave parar o ataque.

Dois gols atrás do placar, a Malgi passou a utilizar Keka como goleira linha, a alteração até fez a Malgi criar algumas oportunidades de gol, as melhores delas com Larissa, mas a bola não entrou.

Com o resultado o Minas/Icesp Brasília é líder isolado da competição com seis pontos, a Malgi está com três. A equipe Pelotense volta a quadra na quarta-feira (29), às 20 horas (Brasília), quando enfrenta a Associação Dal Molin de Futsal (RO).

ESTREIA COM O PÉ DIREITO

A Malgi estreou com o pé direito na Taça Brasil Sub-20. Em Manaus e diante das donas da casa, a equipe Pelotense mostrou todo o futsal que a credenciou entre uma das melhores equipes do Rio Grande do Sul e derrotou a Associação Esportiva Arsenal por 4 a 0.

No primeiro tempo Jaque, reforço da equipe para a competição nacional balançou as redes duas vezes. No primeiro a ala roubou a bola da defesa do Arsenal e chutou no canto, no segundo tabelou com Evelyn que escorou para chute forte da camisa 13. Após o intervalo Jaque novamente roubou bola da defesa do Arsenal e Larissa chutou forte para marcar o terceiro. No fim Evelyn recebeu cruzamento rasteiro de Larissa e escorou para o gol completando o placar. Destaque também para a goleira Gleiskelly que defendeu um tiro livre durante a partida. Na outra partida do grupo, o Minas Brasília Tênis Clube (DF) derrotou as Leoas da Serra (SC) por 3 a 2.

A Malgi não terá muito tempo para comemorar a vitória, já nesta segunda-feira as meninas voltam a quadra. A partir das 21h30 (Brasília), 19h30 (hora local) a Malgi encara o Minas Brasília Tênis Clube (DF) no duelo que vale a liderança isolada do grupo A. “Foi uma estreia complicada porque a gente veio de um deslocamento muito grande, quase 24 horas de viagem. Pegamos a equipe da casa que estava descansada, que tem bastante menina para trocar, um time até então desconhecido para nós, mas muito rápido, muito leve, com muito volume de jogo e muita vontade. A gente demorou a se organizar no jogo, a se acostumar com a quadra, a entender o ambiente e sentir o calor que é algo diferente para a gente. Mas acho que dentro do possível a gente fez uma boa estreia, controlou o jogo desde o início e não correu riscos”, analisou o técnico Maurício Giusti.

Tabela de Jogos da Malgi:
1ª Rodada – Associação Desportiva Arsenal 0x4 Malgi – (26/11/17, 23h)
2ª Rodada – Minas Brasília Tênis Clube x Malgi – (27/11/17, 21h30)
3ª Rodada – Folga
4ª Rodada – Malgi x Associação Dal Molin de Futsal – (29/11/17, 20h)
5ª Rodada – Associação Leoas da Serra x Malgi – (30/11/17, 23h)

Foto: Emanuel Mendes Siqueira/Emanuel Sports & Marketing

REFORÇO PARA TAÇA BRASIL

A Malgi contará com um importante reforço para disputa da Taça Brasil Sub-20, que inicia neste final de semana. Um dos destaques da Celemaster vice-campeã da Taça Brasil Adulta e finalista do Estadual, a ala/fixa Jaque reforça a Malgi na competição nacional.

Campeã Sulamericana Sub-20 em 2016 pela Seleção Brasileira, Jaque reforça a Malgi após enfrentar a equipe duas vezes na última semana. Autora do primeiro gol da equipe Uruguaianense na partida de quinta-feira, Jaque reencontra a ala Paola e a fixa Keka, com quem foi vice-campeã da Taça Brasil Adulta no mês de setembro. Foi também com a capitã da Malgi, que Jaque conquistou o Sulamericano Sub-20 com a Seleção Brasileira em 2016.

Natural de Chapecó (SC), Jaque defende a Celemaster a dois anos. Nesta temporada ela já balançou as redes 21 vezes no Estadual, competição onde é uma das principais artilheiras. O desempenho a credenciou a mais uma convocação, após a disputa da Taça Brasil Sub-20, Jaque se junta a seleção brasileira adulta para uma semana de amistosos.

Foto: Agência Treszero

 

AGORA É TUDO TAÇA BRASIL!

Neste final de semana a Malgi inicia a disputa da Taça Brasil Sub-20. Representante do Rio Grande do Sul na competição, a Malgi/CAVG viaja neste sábado para Manaus onde acontece a 11ª edição da competição nacional. A estreia da equipe pelotense na competição nacional ocorre já neste domingo (26). A partir das 21 horas a Malgi enfrenta a Associação Desportiva Arsenal, sediante da competição.

Composta pelas principais equipes do País, a Taça Brasil de Futsal Sub-20 vai ser disputada entre os dias 26 de novembro e 2 de dezembro, em Manaus (AM) e contará com a participação de nove equipes: Associação Leoas da Serra (SC), Minas Brasília Tênis Clube (DF), Associação Dal Molin de Futsal (RO), Associação Malgi de Esportes (RS), Associação Guarapuava Futsal Feminino (PR), Estrela do Norte Esporte Clube (AM), Clube Jaó (GO), Jaquié Esporte Clube (BA) e Associação Desportiva Arsenal (sediante).

A 11ª edição da Taça Brasil de Futsal Sub-20 será disputada da seguinte maneira. As nove equipes estão divididas em dois grupos, As equipes se enfrentam dentro da chave e, ao final das cinco rodadas, as duas melhores equipes avançam para as semifinais. Na semifinal o melhor colocado do Grupo A enfrenta o vice do Grupo B, enquanto o primeiro da chave B enfrenta o segundo do Grupo A – cruzando, assim, os confrontos. A grande final será disputada no dia 2 de dezembro. Os jogos são disputados no ginásio da E.E.T.I Maria Isabel Desterro e Silva.

Representante do Rio Grande do Sul na competição, a Malgi/CAVG está no grupo A, juntamente com Leoas da Serra (SC), Minas Brasília Tênis Clube (DF), Associação Dal Molin de Futsal (RO) e Associação Desportiva Arsenal (AM).

Confira os Grupos:
Grupo A

Associação Leoas da Serra (SC)
Minas Brasília Tênis Clube (DF)
Associação Dal Molin de Futsal (RO)
Associação Malgi de Esportes (RS)
Associação Desportiva Arsenal (AM)

Grupo B
Associação Guarapuava Futsal Feminino (PR)
Estrela do Norte Esporte Clube (AM)
Clube Jaó (GO)
Jaquié Esporte Clube (BA)

Tabela de Jogos da Malgi:
1ª Rodada – Associação Desportiva Arsenal x Malgi – (26/11/17, 21h)
2ª Rodada – Minas Brasília Tênis Clube x Malgi – (27/11/17, 19h30)
3ª Rodada – Folga
4ª Rodada – Malgi x Associação Dal Molin de Futsal – (29/11/17, 18h)
5ª Rodada – Associação Leoas da Serra x Malgi – (30/11/17, 21h)

Semifinal
Jogo 1 – 1º Colocado do Grupo “A” x 2º Colocado do Grupo “B” – (01/12/17, 19h30)
Jogo 2 – 1º Colocado do Grupo “B” x 2º Colocado do Grupo “A” – (01/12/17, 21h)

Final
Jogo Único – Vencedor da 1ª Semifinal x Vencedor da 2ª Semifinal – (02/12/17, 11h)

NÃO FALTOU LUTA!

Não faltou luta, entrega e determinação para as meninas da Malgi na segunda partida da semifinal do Estadual, entretanto a disposição não foi o suficiente para derrotar a forte equipe da Celemaster, em Uruguaiana.

Jogando de diante de cerca de dois mil torcedores adversários, a Malgi mostrou boa movimentação e entrosamento e encerrou sua participação no Estadual de cabeça erguida. No placar derrota por 4 a 2, mas o sentimento é de dever cumprido, mais uma vez chegando entre as quatro melhores equipes do Estado.

Primeiro tempo grandioso
Precisando vencer para levar a partida para a prorrogação, a Malgi iniciou o duelo em cima das donas da casa. Precisa na marcação e rápida na transição de defesa/ataque a equipe pelotense criou as melhores oportunidades da primeira etapa. Logo no primeiro minuto Evelyn obrigou Lais, destaque do primeiro duelo da semifinal, a fazer grande defesa. No lance seguinte foi a vez da goleira Gleiskelly obrigar a arqueira da Celemaster a trabalhar novamente. A pressão da Malgi era intensa e foi recompensada aos 3:50, quando Thais saiu do banco para de falta abrir o placar. Quarto gol da pivô no Estadual.

Sem conseguir passar pela forte marcação da Malgi, a Celemaster apostava em chutes de média distancia e foi assim que Gabriela, em dois lances assustou Gleiskelly. Do outro lado, a goleira Lais voltara a repetir a grande atuação da primeira partida. Aos 11 minutos a goleira defendeu chute cruzado de Paola e a cabeçada de Dudinha no rebote.

No final, foi a vez da goleira da Malgi aparecer. Quando faltando quatro minutos no relógio Gleiskelly defendeu com o pé, o tiro livre cobrado por Dani. Porem, nem ela foi capaz de defender o chute de Jaque após falha na marcação da Malgi. 1 a 1. Na última bola do primeiro a equipe pelotense teve a chance de voltar a frente do placar, faltando 30 segundos para o final da partida, Paola cobrou escanteio na área e Dudinha desviou para outra grande defesa de Lais.

Segundo tempo apático
Se o primeiro tempo foi de grande intensidade da Malgi, a segunda etapa foi de apatia da equipe pelotense. Ainda precisando de um gol para levar a decisão para prorrogação, a Malgi viu a situação se complicar ainda mais quando Dani fez jogada individual pela direita e chutou cruzado, a bola desviou em Tuigui, tirando as chances de defesa de Gleiskelly. Um minuto mais tarde Evelyn teve a chance de deixar tudo igual no placar, a ala roubou a bola na quadra de ataque, avançou e na hora da finalização chutou em cima de Lais, que defendeu sem problemas.

Com vantagem no placar a Celemaster começou a impor seu tradicional ritmo, e Gleiskelly teve de operar um milagre e chute a queima-roupa de Gabriela para evitar o terceiro. Na sequencia a goleira fez outra grande defesa, dessa vez em finalização de Dani Souza.

Aos 9 minutos Larissa teve a chance de empatar a partida, mas desperdiçou. Bruna fez boa jogada pela esquerda e chutou forte, Lais espalmou e no rebote Larissa mandou para fora sem goleira. O castigo veio poucos minutos depois. Dudinha foi desarmada na quadra de defesa por Franciele que avançou e chutou forte para marcar o terceiro da Celemaster. Um minuto mais tarde, Gabriela fez fila na defesa da Malgi e chutou no canto, Gleiskelly até fez a defesa mas a bola já havia passado a linha. 4 a 1.

No fim, a Malgi botou em quadra a goleira linha e ela deu resultado, restando 35 segundos Thais chutou forte e no rebote Larissa mandou para o fundo das redes. No lance seguinte Bruna fez grande jogada e chutou forte no canto, marcando o que seria o terceiro gol da Malgi, a árbitro da partida erradamente assinalou que a bola bateu nas duas traves e saiu. No último lance de jogo Thais sofreu falta na entrada da área, mas na cobrança mandou para fora.

Com o resultado a Malgi termina o Estadual na quarta posição e agora só pensa na Taça Brasil Sub-20, já neste domingo a equipe estreia na competição que será disputada em Manaus.

Campanha Malgi Estadual
22 Jogos
11 Vitórias
4 Empates
7 Derrotas
57 Gols Marcados
33 Gols Sofridos
Aproveitamento de 56%

Artilheiras
Keka – 16
Paola – 9
Dudinha – 8
Tuigui – 6

Líderes de Assistências
Keka – 7
Paola – 6
Tuigui – 6

JOGÃO EM PELOTAS

Malgi/CAVG e Celemaster fizeram um duelo digno de semifinal na noite deste sábado em Pelotas. Ginásio cheio, muita disputa e gols. marcaram o primeiro duelo da semifinal do Estadual 2017. No fim vitória da equipe de Uruguaiana, que leva vantagem para o duelo de volta.

Valendo uma vaga na decisão do Estadual, a partida começou muito disputada e com muitas faltas. Jogando em casa e com o apoio de seu torcedor que lotou o ginásio Municipal, a Malgi tentou impor o seu ritmo no inicio da partida, mas quando criava oportunidades parava na goleira Laís de grande atuação. Com o passar do tempo as visitantes foram dominando as ações da partida e chegaram ao primeiro gol quando o relógio marcava 8:10. Após cobrança de escanteio Dani pegou de primeira, sem chances para Gleiskelly. A resposta da Malgi foi imediata, 16 segundos após sofrer o gol, Dudinha recuperou bola na quadra de ataque e após vencer o duelo com a defesa da Celemaster chutou forte para empatar 1 a 1.

Três minutos mais tarde Dani Souza dividiu bola com Larissa dentro da área e o árbitro da partida marcou pênalti, na cobrança Gabriela marcou o segundo das visitantes. A Malgi respondeu pouco tempo depois, Paola chutou cruzado de direita e Bruna por muito pouco não conseguiu empurrar a bola para as redes. Pouco depois, Evelyn sofreu falta próxima a lateral, como a equipe de Uruguaiana já havia excedido o limite de faltas foi marcado tiro livre. Na cobrança, Thais que saíra do banco chutou para grande defesa de Laís. Minutos mais tarde, a Malgi voltou a ter a chance do empate na bola parada, desta vez Paola foi a responsável pela cobrança do tiro livre, mas Laís mais uma vez fez grande defesa evitando o empate com o pé direito.

Nos minutos finais a equipe de Uruguaiana voltou a pressionar, na primeira tentativa Gleiskelly fez grande defesa em chute de Dani, após rápido contra ataque. Mas quando restavam pouco mais de dois minutos no relógio, a goleira não evitou que Dani marcasse o terceiro. Gabriela fez jogada individual pela esquerda e cruzou para Dani só empurrar para o gol, definindo o placar da primeira etapa, 3 a 1.

Na segunda etapa, a Malgi voltou disposta a buscar o empate. Logo no primeiro minuto a goleira Gleiskelly avançou pela direita e sotou uma bomba no ângulo, Laís novamente fez grande defesa mandando para escanteio. Paola também parou na goleira da Celemaster. Após rápido contra ataque puxado por Dudinha, a ala deu um leve desvio  na saída da goleira que fez nova intervenção. Larissa em chute cruzado também assustou, mas a bola teimava em não entrar.

Se a Malgi não conseguia botar a bola na rede, a Celemaster era precisa quando ia ao ataque e foi assim que Duda marcou o quarto aos 11 minutos. Três minutos mais tarde a Malgi voltou a encostar no placar, Paola recebeu na entrada da área e soltou uma bomba no travessão, no rebote Evelyn livre só empurrou a bola para o fundo das redes.

Nos minutos finais a partida ganhou em emoção, atrás do placar a Malgi passou a usar a goleira linha, enquanto a Celemaster trocava passes até encontrar a melhor opção para marcar e foi assim que as visitantes chegaram ao quinto gol, após troca de passes, Dani Souza recebeu cruzamento da direita e de primeira marcou um belo gol. No minuto seguinte Dudinha aproveitou bate rebate na área para diminuir, 5 a 3.

Com o resultado a Malgi vai para Uruguaiana na próxima quinta-feira precisando vencer a Celemaster no tempo normal e na prorrogação para avançar a final, em caso de vitória no tempo normal e empate na prorrogação, a decisão vai para os pênaltis.  A Celemaster joga por um empate no tempo normal para chegar a sua terceira final seguida.