FIZEMOS HISTÓRIA!

Fizemos história. Neste sábado a Malgi/CAVG conquistou o vice-campeonato Estadual de 2018. Em um grande jogo em Uruguaiana, as meninas saíram derrotadas ao final da partida, mas entraram para história da Malgi e da cidade de Pelotas. Com o vice- campeonato, a Malgi garantiu vaga na Copa do Brasil de 2018. Alem de ter terminado a competição com a melhor defesa.

Gol relâmpago

Jogando em casa, a Celemaster foi para cima nos minutos iniciais e não demorou para Becha abrir o placar. Com pouco mais de um minuto, a pivô recebeu na direita e finalizou cruzado para fazer 1 a 0. Pouco depois Dani teve duas oportunidades de empatar mas parou em Laís. No lance seguinte, Dani Fleitas recebeu no meio e de bico acertou a trave.

A Celemaster quase ampliou com Becha, que dominou dentro da área e de calcanhar finalizou para defesa de Lelê. A resposta da Malgi veio com Evelyn que recebeu passe de Cota, avançou e chutou cruzado, Laís espalmou e por muito pouco Dani não alcançou.

No fim Becha puxou contra ataque pelo meio e de bico mandou a esquerda de Lelê. No lance seguinte Kelli chutou cruzado, a bola passou por todo a área e Lelê espalmou.

Parou na trave

Em desvantagem no placar, a Malgi foi pra cima nos minutos iniciais do segundo tempo e por pouco Lelê não deixou tudo igual, a goleira arriscou da quadra de defesa, Karina tentou o desvio de cabeça e a bola bateu na trave e saiu.

Após a jogada, a Celemaster chegou com perigo duas vezes, sempre nos pés de Becha, no primeiro lance ela serviu Typhane que cabeceou para defesa de Lelê. Depois foi a vez da pivô parar na arqueira da Malgi.

Após o susto, virou um verdadeiro ataque contra defesa, a Malgi em cima pressionando em busca do empate e a Celemaster se defendendo, para manter a vantagem.

De grande atuação na partida Karina apareceu bem em duas oportunidades, na primeira serviu Evelyn que chutou cruzado para grande defesa de Laís. No lance seguinte Karina recebeu, girou sobre a marcação e finalizou forte, a bola bateu na trave e saiu.

Pouco depois foi a vez de Cota acertar o poste em lance semelhante, a pivô girou sobre a marcação e finalizou com desvio na defesa, a bola bateu no travessão e saiu. A pivô da Malgi apareceu mais uma vez pouco depois, desta vez ela chutou forte para defesa de Laís.

Evelyn diminui

A pressão da Malgi deu resultado aos 12 minutos, Lelê puxou contra ataque rápido e lançou Evelyn, a ala avançou pela direita e chutou forte, sem chance para Laís.

As meninas ainda comemoravam o empate, quando a Celemaster chegou ao segundo gol. Após erro na saída de bola da Malgi, Becha recuperou e serviu Victória que chutou forte, sem chances para Lelê.

Além das oportunidades de gol, o segundo tempo foi marcado por muitas faltas, o que fez a Celemaster estourar o limite de faltas duas vezes. Na primeira Cota foi a responsável por cobrar o tiro livre, o chute forte passou raspando o travessão. Na segunda chance Karina foi para bola, mas parou na goleira Laís.

Faltando pouco mais de quatro minutos pro fim Karina entrou como goleira linha, e a tática por pouco não deu resultado. Dani recebeu de Karina e cruzou para Evelyn que tentou completar de barriga, a bola desviou de leve e saiu para fora. No lance seguinte foi Karina quem pareceu livre na área, a pivô recebeu de Dani e com o gol vazio chapou no travessão, foi a quarta bola que bateu no poste.

No fim, falta do cerca de um minuto para o final da partida, Paola fez boa jogada pelo meio e chutou rasteiro para defesa de Laís, a goleira observou o gol da Malgi vazio e chutou por cobertura.

Campanha
18 Jogos
38 Pontos
12 Vitórias
02 Empates
04 Derrotas
65 Gols Marcados
31 Gols Sofridos
34 Gols de Saldo
70,3% de Aproveitamento

Artilheiras
Cota – 18
Dudinha – 12
Dani – 8
Karina – 7
Evelyn – 5

Líderes de Assistências
Cota – 8
Larissa – 7
Dudinha – 6
Karina – 3
Lelê – 3

PRÉ-JOGO: MALGI X CELEMASTER

Neste final de semana vai ser conhecida a campeã Estadual. Malgi/CAVG e Celemaster se enfrentam em Uruguaiana, para definir quem conquista a edição 2018 da competição. Após empatarem em Pelotas no último final de semana, as equipes duelam em busca de uma vitória para garantir o título.

O duelo deste sábado será o oitavo entre as equipes nesta temporada. e o histórico mostra muito equilíbrio. São três vitórias para cada lado no confronto e um empate, com um título para cada lado, a Malgi venceu a Taça RS e a Celemaster a Taça Farroupilha.

Marcada para as 20 horas deste sábado, a partida pode definir a campeã Estadual em caso de vitória de uma das equipes, caso haja empate novamente, uma terceira partida acontece no domingo (11), às 16 horas também no ginásio Municipal, em uruguaiana.

TRANSMISSÃO MALGI

Rádio Uruguaiana FM

ARBITRAGEM MALGI

Árbitro Principal: Wagner Silveira Echevarría;
Árbitro Auxiliar: Tales Martins dos Anjos;
Anotador: Cleber Ricardo Araújo Lima;
Cronometrista: Emerson Martins de Oliveira;
Representante de Quadra: Carlos Cesar Quaresma da Silva.

ABRE ASPAS

Maurício Giusti: “Estamos a 40 minutos de fazer história, fazer história na Malgi, fazer história na cidade de Pelotas e vamos a Uruguaiana pensando nisso. Mostrar o nosso futsal, repetir aquilo que nos fez chegar a essa decisão. O jogo da semana passada foi muito equilibrado e qualquer uma das equipes, poderia ter saída de quadra com a vantagem, mas não aconteceu, o empate só mostra a qualidade dos dois times e que se chegaram até aqui é por merecimento. Será um grande jogo, ainda mais difícil pelo fato delas estarem jogando em casa, mas já ganhamos lá nesta temporada e vamos novamente em busca disso, vencer e trazer o título para Pelotas.”

Dudinha: “Enfim chegamos a grande decisão, trabalhamos muito pra chegar nesse momento, era tudo o que queríamos, podermos ter a chance de sermos campeãs estaduais. Temos uma última batalha muito importante com uma equipe muito qualificada, mas estamos totalmente prontas, e garanto que vamos dar nosso melhor para trazer o título pra casa.”.

Paola: “Vamos para mais uma decisão, talvez seja o ultimo jogo pelo estadual. Acredito que será o mais difícil de todos. Vale medalha no peito e um título que almejamos durante todo o ano . Estamos prontas e contamos com o apoio da nossa torcida mesmo que de longe”.

Dani Richter: “Sabemos da dificuldade que iremos encontra lá em Uruguaiana, e a expectativa é de um jogo com muitas emoções, levará o título quem errar menos, essa semana os treinos foram baseados nos erros que aconteceu no jogo, estamos muito focadas para que possamos trazer esse título inédito para pelotas!”.

ULTIMA PARTIDA

03 de novembro de 2018, jogo de ida da final Estadual 2018, no Ginásio do Paulista FC, em Pelotas: Malgi/CAVG 1×1 Celemaster.

RETROSPECTO MALGI2

13 Jogos:
– 9 Vitórias da Celemaster (53 gols)
– 3 Vitórias da Malgi (28 gols)
– 1 Empate

ELENCO

Goleiras: Lelê e Dani Richter;
Fixas: Bruna e Keka;
Alas: Dudinha, Evelyn, Kerolin, Larissa e Paola;
Pivôs: Dani, Cota, Karina e Marília.

IGUALDADE

Terminou em igualdade a primeira partida da decisão do Estadual. Na tarde deste sábado, as comandadas de Maurício Giusti, ficaram no empate com a Celemaster, no duelo de ida da grande finalíssima. O resultado, deixa o confronto aberto para o duelo do próximo final de semana em Uruguaiana, com as Pelotenses precisando de uma vitória simples para conquistar o título inédito.

Pouca efetividade
O primeiro jogo da decisão começou com intensidade na marcação e pouca efetividade no ataque por parte das duas equipes. Jogando em casa. a Malgi foi quem tentou primeiro. Paola avançou pela direita e chutou cruzado rasteiro, assustando a goleira Laís. Depois foi a vez de Cota, quase marcar. A pivô recebeu de Lelê, avançou pelo meio e chutou de bico para fora.

A resposta da Celemaster veio com Dani Fleitas que de longe mandou por cima.

Melhor em quadra, a Malgi criava as melhores chances, Cota novamente em chute de longe obrigou Laís a fazer grande defesa. No lance seguinte Dudinha puxou contra ataque e chutou mascado para defesa de Laís.

Depois do susto, a Celemaster cresceu na partida e por pouco não abriu o placar. Becha recebeu de Gabriela, girou sobre a marcação e rolou para Dani Fleitas que sem goleiro finalizou para fora.

Gols no final
Se na primeira chance a bola não entrou na segunda não teve jeito. Gabriela carregou a bola pela esquerda e achou Kelly livre na direita, ela dominou e de bico abriu o placar para as visitantes.

Pouco depois, Becha quase ampliou, após erro na saída de bola a pivô avançou e de bico obrigou Lelê a fazer grande defesa.

Quando o relógio marcava 2 minutos para o fim. Bruna avançou pela direita e sofreu falta dura de Duda. Na cobrança Dani chutou rasteiro e Laís espalmou, a bola desviou na defesa e entrou.

No fim Victoria recebe na direita e chuta para defesa de Lelê.

Pressão, mas nada de gols
O segundo tempo foi de Malgi. Jogando em casa, as meninas foram ao ataque no segundo tempo para tentar levar um resultado positivo para a decisão em Uruguaiana.

Na primeira chance, Evelyn fez grande jogada pela esquerda e tocou para Dani, a pivô girou e finalizou para defesa de Laís.

As visitantes chegavam com perigo nos contra ataques e em um desses Becha avançou pela direita e chutou de bico por cima. Pouco depois a pivô completou de cabeça para fora. lançamento de Gabriela.

Em cobrança de lateral Dani Fleitas rolou para Gabriela que soltou a bomba rasteiro, Lelê fez grande defesa.

Em novo contra ataque Gabriela rola para Dani Fleitas que na cara de Lelê finaliza para fora. No lance seguinte, Cota tabela com Evelyn e na hora do chute é travada por Laís, no rebote Evelyn chuta e a goleira defende novamente.

No fim, Becha avançou pela direita e finalizou para fora, definindo o empate no placar. O primeiro nas história entre as equipes.

A partida de volta da decisão, acontece no próximo final de semana em Uruguaiana, quem vencer a partida se safra campeã Estadual. Em caso de empate, uma terceira partida será disputada, também em Uruguaiana, para definir a campeã.

PRÉ-JOGO: MALGI X CELEMASTER

Neste final de semana, Malgi/CAVG e Celemaster iniciam a disputa pelo título de campeã Estadual Adulta de Futsal Feminino de 2018. Em Pelotas, as equipes fazem o primeiro duelo da decisão que pode ter até três partidas, sendo o duelo decisivo disputado em Uruguaiana

O duelo deste sábado será o sétimo entre as equipes nesta temporada. e o histórico mostra muito equilíbrio. São três vitórias para cada lado no confronto e um título para cada lado, a Malgi venceu a Taça RS e a Celemaster a Taça Farroupilha.

Para largar em vantagem na decisão, a Malgi aposta no fator local, são oito partidas em casa na competição, com sete vitórias e apenas uma derrota. Malgi e Celemaster duelam às 16 horas no ginásio do Paulista.

ARBITRAGEM MALGI

Árbitro Principal: Telmo Moraes Teixeira;
Árbitro Auxiliar: Fabiano Castilho;
Anotador: Cláudio Roberto da Silva Barreto;
Cronometrista: Daniel de Souza Moraes;
Representante de Quadra: Luis Roberto da Rosa Goulart.

ABRE ASPAS

Maurício Giusti: “Agora está tudo zerado, é 50% de chances para cada lado, ninguém tem vantagem, quem for melhor nos 80 minutos da decisão é que vai ser o campeão. Nos preparamos para chegar nesse momento, sabemos o quão difícil é chegar a uma decisão de Estadual e ainda mais difícil vence-la, mas estamos prontos. Nesse primeiro duelo temos o nosso torcedor a favor e esperamos que eles possam lotar o Paulista para nos empurrar em busca de uma vitória, que nos daria uma vantagem muito importante no confronto.”

Lelê: “Tudo zerado, é uma final com chances iguais para os dois lados. Sabemos da qualidade da equipe adversária, mas a gente vem de duas semanas de correções e ajustes para esses dois confrontos, o grupo está fechado e sabemos que chegou a hora mais importante da temporada. Esperamos contar com toda nossa torcida para nos apoiar do início ao fim e ser nosso “6° jogador em quadra” em busca desses 3 pontos jogando em casa”.

INGRESSOS

Os ingressos antecipados para a partida custam R$ 10,00 para torcedor em geral; familiares de alunos da escolinha da Malgi pagam R$ 5,00. Os antecipados podem ser adquiridos no ginásio do Profut Esportes Indoor até esta sexta-feira, no sábado eles custam R$ 15,00 ou R$ 10,00, mais um quilo de alimento não perecível e estarão a venda no ginásio do Paulista FC.

ULTIMA PARTIDA

21 de outubro de 2018, jogo de volta da final da Taça Farroupilha, no Ginásio do Paulista FC, em Pelotas: Malgi/CAVG 1×5 Celemaster.

RETROSPECTO MALGI2

12 Jogos:
– 9 Vitórias da Celemaster (52 gols)
– 3 Vitórias da Malgi (27 gols)
– 0 Empates

ELENCO

Goleiras: Lelê e Dani Richter;
Fixas: Bruna e Keka;
Alas: Dudinha, Evelyn, Kerolin, Larissa e Paola;
Pivôs: Dani, Cota, Karina e Marília.

QUE VENHA A DECISÃO DO ESTADUAL

A decisão do título Estadual de 2018 foi adiada. Neste domingo, a Malgi/CAVG foi derrotada pela Celemaster no ginásio do Paulista e viu as Uruguaianenses conquistarem a Taça Farroupilha (segundo turno do Estadual). Como havíamos vencido o primeiro turno (Taça RS), vamos para mais dois confrontos contra a Celemaster para definir quem será a campeã Estadual de 2018.

Pressão no inicio
Precisando vencer para levar a partida para a prorrogação,, a Malgi foi para cima nos minutos iniciais. Keka em duas oportunidades assustou. Na primeira ela chutou forte para defesa de Laís, na segundo ao sai cara a cara com a goleira rolou para Cota que por pouco não alcançou e abriu o placar.

A resposta da Celemaster veio com Becha, que se tornaria a personagem da partida. Gabriela avançou pelo meio e rolou para Becha a pivô chutou forte cruzado e Dani Richter fez a defesa. Pouco depois ela recebeu lançamento nas costas da defesa e chutou cruzado para fora.

Pelo lado da Malgi, Cota em três oportunidades quase abriu o placar, na primeira aproveitou sobra na entrada da área e chutou para defesa de Laís. Na segunda, após cobrança de escanteio, a capitã recebeu na direita e soltou uma bomba no ângulo, Laís se esticou toca e fez grande defesa. A pivô voltou a aparecer pouco depois, Dani Richter lançou bola no ataque e Cota de cabeça desviou para fora.

A pressão era toda da Malgi, Keka em chute cruzado tirou suspiros da torcida. No lance seguinte, ela apareceu mais uma vez em chute cruzado, que Karina por pouco não conseguiu completar de cabeça.

Quando o relógio marcava pouco mais 3 minutos para o final do primeiro tempo, Dudinha arrancou em contra ataque, passou por Gabriela, invadiu a área e na saída de Laís chutou para fora.

Castigo no final
Como já diz o velho ditado, quem não faz, leva. E o foi o que aconteceu, depois de perder inúmeras oportunidades de gols, a Malgi foi castiga. Na cobrança de tiro de meta, após o gol perdido por Dudinha, Laís lançou na área da Malgi, Evelyn e Dani Richter não se entenderem e Becha desviou de cabeça para abrir o placar.

A Malgi tentou responder rapidamente. Dudinha em chute cruzado parou em Laís, Evelyn após receber passe de cobrança de escanteio finalizou para mais uma grande defesa de Lais. A goleira voltou a aparecer segundos depois para espalmar chute de Keka.

No fim, quando estavam 35 segundos, Gabriela puxou contra ataque para Celemaster, e na saída de Dani Richter tocou para Duda, livre mandar para o gol vazio.

Malgi perde mais chances e Celemaster amplia
O segundo tempo começou com a mesma tônica do primeiro, pressão da Malgi e muitas oportunidades desperdiçadas.

Logo no início, Cota recebeu na entrada da área, girou sobre Victória e finalizou para defesa de Laís. Pouco depois, Dudinha recebeu na esquerda e chutou forte, a bola desvio na defesa e passou raspando a trave.

Aos 3 minutos, em um lance despretensioso a Celemaster ampliou o placar. Dani Fleitas cobrou lateral para Laís, a goleira finalizou de longe, Dani Richter defendeu, mas deixou a bola escapar, Becha sozinha mandou para a rede. A resposta da Malgi veio com Larissa, que em contra ataque saiu na cara de Laís, mas finalizou para fora.

Aos 10 minutos o técnico Maurício Giusti, colocou Dudinha como goleira linha para tentar reverter a desvantagem no placar. Na primeira jogada, ela recebeu na esquerda e finalizou forte para defesa de Laís. A Celemaster respondeu com Duda, que após receber lançamento de Gabriela finalizou para fora.

Malgi desconta, mas Becha aparece de novo
Quando faltavam 8 minutos para o final de jogo, o goleiro linha da Malgi funcionou. Karina recebeu de Dudnha na entrada da área, girou e finalizou rasteiro, sem chances para Laís.

Quatro minutos mais tarde, Paola tentou atravessar bola para Cota, Becha antecipou, avançou e com o gol vazio marcou o quarto. No minuto seguinte Paola chutou de bico da entrada da área e Lais segurou firme, observou que a Malgi estava sem goleira e chutou forte para o gol vazio, dando números finais a partida. Malgi/CAVG 1×5 Celemaster.

Com o resultado a Malgi foi ultrapassada pela Celemaster na classificação geral do Estadual e com isso, as visitantes decidiram o título Estadual em casa. Agora serão duas partidas para saber quem será a campeã estadual de 2018, havendo igualdade, uma terceira partida será disputada. O jogo de ida acontece em Pelotas e a volta em Uruguaiana. As partidas ainda não tem data para acontecer.

PRÉ-JOGO: MALGI X CELEMASTER

Domingo é dia de lotar o ginásio do Paulista e a apoiar a Malgi/CAVG em busca do inédito título de Campeã Estadual. Em desvantagem na decisão contra a Celemaster após perder o jogo de ida em Uruguaiana, as meninas precisam reverter o resultado para conquistar a Taça Farroupilha (segundo turno) e consequentemente o Estadual 2018.

O duelo deste domingo será o sexto entre as equipes nesta temporada. A Malgi leva vantagem na disputa, venceu três das cinco partidas, incluindo a decisão da Taça RS, onde reverteu a mesma desvantagem na decisão ao vencer no tempo normal e na prorrogação, conquistando o título do primeiro turno.

Com sete vitórias em sete partidas em casa nesta temporada, a Malgi aposta no fator local para conquistar a Taça Farroupilha. Malgi/CAVG x Celemaster duelam às 16 horas no ginásio do Paulista.

ARBITRAGEM MALGI

Árbitro Principal: Telmo Moraes Teixeira;
Árbitro Auxiliar: Maurício Cravo dos Reis;
Anotador: Cláudio Roberto da Silva Barreto;
Cronometrista: Daniel de Souza Moraes;
Representante de Quadra: Lauri José Teixeira Dias.

ABRE ASPAS

Maurício Giusti: “Chegou a hora. Chegou o momento que todos esperávamos. Vamos para um grande jogo diante da nossa torcida, a partida mais importante da história da Malgi. Batalhamos a oito anos para chegar nesse momento e não podemos deixar o título escapar diante do nosso torcedor. O jogo de lá foi uma grande partida, com as duas equipes apresentando um futsal de altíssimo nível. Aqui não será diferente, são duas equipes muito qualificadas e que fizeram por merecer estar nesta final, mas diante do nosso torcedor vamos dar a vida para sair de quadra com esse título. Sabemos que não será fácil, mas trabalhamos duro nessa semana para chegar ainda mais fortes nessa decisão. Espero que o Paulista esteja lotado, assim como foi na Taça RS, para que consigamos reverter novamente a decisão .”

Cota: “Vai ser uma jogo muito disputado, assim como foi o primeiro. Vai ser um jogo de muita estratégia, onde quem errar menos e querer mais vai sair vitorioso. Trabalhamos forte durante a semana para corrigir os muitos erros apresentados em Uruguaiana e buscar a vitória do início ao fim. Queria convocar a nossos torcida para que lote nosso ginásio e seja nosso sexto jogador em quadra”.

Larissa: “Trabalhamos forte essa semana para corrigir os erros do último jogo. O grupo está motivado e unido para mais uma final diante do nosso torcedor. Sabemos da dificuldade do jogo, mas temos a certeza que será uma grande partida e que conseguiremos colocar o nosso melhor futsal em quadra. Contamos com o apoio da nossa torcida no domingo, para que consigamos entrar para a história da Malgi”.

INGRESSOS

Os ingressos para a partida custam R$ 15 ou R$ 10 mais 1 kg de alimento não perecível e serão comercializados no ginásio do Paulista FC.

ULTIMA PARTIDA

13 de outubro de 2018, jogo de ida da final da Taça Farroupilha, no Ginásio Municipal, em Uruguaiana: Celemaster 2×1 Malgi/CAVG.

RETROSPECTO MALGI2

11 Jogos:
– 8 Vitórias da Celemaster (47 gols)
– 3 Vitórias da Malgi (26 gols)
– 0 Empates

ELENCO

Goleiras: Lelê e Dani Richter;
Fixas: Bruna e Keka;
Alas: Dudinha, Evelyn, Kerolin, Larissa e Paola;
Pivôs: Dani, Cota, Karina e Marília.

 

REVÉS FORA DE CASA

A decisão da Taça Farroupilha teve seu primeiro capitulo realizado na noite desse sábado, e assim como na disputa da Taça RS, a Malgi/CAVG terá de fazer valer o mando de quadra se quiser conquistar o título da Taça Farroupilha e consequentemente o Estadual 2018.

Jogando em Uruguaiana, as pelotenses foram derrotadas de virada pela Celemaster, após um grande jogo, que terminou com as donas da casa vencendo por 2 a 1, e abrindo vantagem na disputa pelo título do segundo turno do estadual.

Primeiro tempo intenso
Como era esperado Malgi/CAVG e Celemaster fizeram um grande em Uruguaiana. A primeira partida da decisão da Taça Farroupilha teve tudo que se espera de uma grande final, gols, virada, muita disputa e excelente futsal.

Jogando em casa, a Celemaster tentou se impor nos primeiros minutos de jogo, mas a partida era muito movimentada e tinha chances para os dois lados. Dos pés de Gabriela saiam as grandes oportunidades das Uruguaianenses. Na primeira delas, a artilheira do Estadual chutou forte e Lelê espalmou para fora. A resposta da Malgi veio com Evelyn, que após grande jogada de Keka, finalizou para excelente defesa de Lais. Pouco depois Duda recebeu na esquerda, passou pela marcação e obrigou Lelê e fazer grande defesa.

Com os passar do tempo a Malgi começou a ter o domínio da partida e não demorou para abrir o placar. Na primeira oportunidade, Evelyn recebeu grande bola na entrada da área e na saída de Lais rolou para Cota, a pivô tentou completar de carrinho para o gol, mas não alcançou.

Aos 14 minutos Dudinha não perdoou, Cota recuperou bola na quadra de ataque e rolou para Dudinha, a ala avançou pela esquerda e de bico mandou rasteiro no canto, sem chances para Lais. 12º gol de Dudinha no Estadual vice-artilheira da Malgi na competição.

A resposta das donas da casa veio de forma quase que imediata, dois minutos após o gol da Malgi. Em cobrança de lateral Gabriela recebeu na direita e chutou rasteiro, Lelê ainda tocou na bola, mas não evitou o empate. Pouco depois quase a virada, Becha tabelou com Dani Fleitas e finalizou forte para nova defesa de Lelê.

A partida já se encaminha para um empate ao final do primeiro tempo, quando a Celemaster contou com a sorte a seu favor para virar a partida. Quando restava pouco mais de um minuto para o final do primeiro tempo, Becha cortou a marcação e arriscou de perna esquerda a bola bateu no braço de Cota dentro da área e ar arbitragem assinalou pênalti. Gabriela foi para a cobrança e colocou a Celemaster em vantagem 2 a 1.

Lelê se destaca na segunda etapa
A segunda etapa começou com a mesma intensidade que a primeira, com as duas equipes buscando o ataque e fortes na marcação. E foi ai que uma personagem começou a aparecer, Lelê. A goleira da Malgi foi crucial para evitar que a Celemaster abrisse vantagem no placar.

A primeira chance do segundo tempo foi das donas da casa, após tabela rápida, Dani Fleitas recebeu de Becha e chutou para defesa de Lelê. A resposta da Malgi veio segundos depois, com Evelyn que recuperou bola na quadra de ataque e finalizou forte de perna esquerda, a direita de Lais. No lance seguinte foi a vez de Gabriela recuperar bola na quadra de ataque e na saída de Lelê finalizar para fora.

Após a jogada, Lelê começou a se tornar a personagem da partida. Na primeira oportunidade, Duda que acabara de entrada recebeu passe de Gabriela e de primeira desviou para gol, Lelê bem posicionada espalmou para escanteio. Na cobrança, Gabriela recebeu na ala direita e chutou forte, a goleira da Malgi mais uma vez foi providencial e espalmou para fora. Lelê apareceu mais uma vez pouco depois para defender chute de Dani Fleitas.

Depois de evitar os ataques da Celemaster Lelê apareceu novamente, dessa vez para lançar Cota que de cabeça escorou para Dudinha, a ala finalizou de primeira para defesa de Lais. No lance seguinte, Cota recebeu na entrada da área e finalizou forte no canto, Lais se jogou e fez grande defesa, evitando o empate.

Destaque da segunda etapa, a goleira Lelê voltou a aparecer nos minutos finais. Primeiro para espalmar chute de Victória e na sequencia para operar um milagre em chute a queima-roupa de Becha. No fim, o técnico Maurício Giusti colocou a ala Dudinha como goleira linha para buscar o empate, mas a finalização da ala parou na marcação de Gabriela.

Com a derrota, para sagrar-se campeã da Taça Farroupilha e automaticamente campeã Estadual, a Malgi terá de repetir o feito do primeiro turno e reverter a desvantagem na decisão dentro de casa. As meninas precisam vencer a Celemaster no tempo normal e na prorrogação para ficar com a taça, em caso de vitória no tempo normal e empate na prorrogação, a decisão vai para os pênaltis. Na final do primeiro turno, a Malgi perdeu o jogo de ida em Uruguaiana e venceu em casa por 3 a 2 no tempo normal e 1 a 0 na prorrogação, garantindo a Taça RS. A Celemaster, assim como naquela ocasião joga por um empate no tempo normal para garantir o título da Taça Farroupilha e forçar uma final de Estadual numa melhor de três jogos.

PRÉ-JOGO: MALGI X CELEMASTER

Donas das melhores campanhas no Estadual 2018, Malgi/CAVG e Celemaster iniciam neste sábado a disputa pelo título da Taça Farroupilha, Como é denominado o segundo turno do Campeonato Estadual.

O duelo deste sábado será o quinto entre as equipes nesta temporada. A Malgi leva vantagem na disputa, venceu três das quatro partidas, a última delas na segunda rodada da fase de grupos da Taça Farroupilha, quando com gols de Dudinha, Cota, Dani e Keka a Malgi venceu por 4 a 2, Dani Fleitas marcou duas vezes para as visitantes.

O duelo deste sábado também colocará frente a frente as duas principais artilheiras do Estadual. Gabriela e Cota somam juntas 43 gols na competição, número este que é superior aos ataques das outras três equipes do Estadual, Cometa (30), Acaf/Figueira (32) e União Independente (5). São 25 gols para a capitã da Celemaster e 18 para a capitã da Malgi/CAVG. O desempenho delas nos confrontos entre as equipes também é decisivo. Gabriela balançou as redes 4 vezes contra a Malgi, enquanto Cota já marcou 6 vezes diante da Celemaster, incluindo os três gols da vitória por 4 a 2 no segundo jogo da final da Taça RS, que garantiu o título do primeiro turno a Malgi.

ARBITRAGEM MALGI

Árbitro Principal: Francisco Soares Dias
Árbitro Auxiliar: Tales Martins dos Anjos
Anotador: Leandro Jung Sanchotene
Cronometrista: Alexandre José Costa de Menezes
Representante de Quadra: Eleú Cardoso de Oliveira

ABRE ASPAS

Maurício Giusti: “Chegamos ao momento mais esperado da temporada, vamos para dois jogos que podem nos colocar na história, não só da Malgi, mas também da cidade de Pelotas. Sabemos que serão dois grandes jogos, como foram todos nossos confrontos contra elas (Celemaster) nesta temporada, mas estamos preparados. Tivemos duas semanas livres para treinar e aprimorar o nosso jogo, estamos prontos. Sabemos da responsabilidade que temos e esperamos fazer uma grande partida em Uruguaiana para tentar trazer uma vantagem para partida em casa.”

Paola: “Temos mais um desafio pela frente, mas chegamos onde queríamos. Todo trabalho do ano foi sempre visando e buscando este momento. Sabemos o quanto é difícil jogar em Uruguaiana, mas estamos focadas em trazer um resultado positivo pra casa”.

Dani Richter: “A expectativa é de um grande jogo, estamos trabalhando firme para que possamos fazer grande jogo la em Uruguaiana, sabemos que não sera fácil, será um jogo bem disputado e vencerá quem estiver mais preparado e quem errar menos. Até por se tratar de uma final e de ginásio lotado, mas estamos preparada para o jogo e vamos com tudo em busca da vitória fora de casa”.

ULTIMA PARTIDA

19 de agosto de 2018, Segunda rodada Taça Farroupilha, no Ginásio do Paulista, em Pelotas: Malgi 4×2 Celemaster.

RETROSPECTO MALGI2

10 Jogos:
– 7 Vitórias da Celemaster (45 gols)
– 3 Vitórias da Malgi (24 gols)
– 0 Empates

ELENCO

Goleiras: Lelê e Dani Richter;
Fixas: Bruna e Keka;
Alas: Dudinha, Evelyn, Kerolin, Larissa e Paola;
Pivôs: Dani, Cota, Karina e Marília.

FINAIS DEFINIDAS

A Federação Gaúcha de Futebol de Salão confirmou nesta semana as datas das partidas da final da Taça Farroupilha, segundo turno do Campeonato Estadual feminino de 2018. Malgi/CAVG e Celemaster reeditaram a final da Taça RS (primeiro turno) em dois jogos, um em Uruguaiana e outro em Pelotas.

Dona da melhor campanha da Taça Farroupilha, a Malgi/CAVG conquistou o direito de decidir o título em casa, diante do seu torcedor. Com isso, as partidas das finais ficaram definidas da seguinte maneira.

O jogo de ida da decisão vai ser realizado no dia 13 de outubro (sábado), às 20 horas no Ginásio Municipal, em Uruguaiana. A partida decisiva, será disputada no final de semana seguinte. No dia 21 de outubro (domingo), a Malgi recebe a Celemaster, às 16 horas no Ginásio do Paulista FC.

Finalistas da Taça RS, Malgi/CAVG e Celemaster já duelaram quatro vezes nesta temporada, com a Malgi levando vantagem tendo vencido três duelos, incluindo a partida decisiva da final do primeiro turno, quando jogando em casa as Pelotenses reverteram a derrota da partida de ida e venceram a Celemaster por 3 a 2 no tempo normal e 1 a 0 na prorrogação.

A conquista da Taça RS,  possibilita a Malgi/CAVG sagrar-se campeã Estadual de 2018 de forma antecipada, caso conquiste o título da Taça Farroupilha. Em caso de vitória da Celemaster, as equipes se enfrentam novamente na decisão do Estadual, que será disputada em dois jogos, ou três caso as duas partidas terminem com igualdade.

ESTAMOS NA FINAL

A Malgi/CAVG está a dois jogos de fazer história. Neste sábado as meninas derrotaram o Cometa Rodeio Futsal no ginásio do Paulista e garantiram classificação para final da Taça Farroupilha (segundo turno do Estadual). Caso conquiste a Taça Farroupilha, a Malgi se sagra pela primeira vez campeã Estadual, uma vez que já conquistou o primeiro turno, denominada Taça RS.

Vantagem no primeiro tempo
Jogando em casa, a Malgi/CAVG foi pra cima desde os minutos iniciais e não demorou muito para abrir o placar. Nas duas primeiras oportunidades Claudia apareceu bem e defendeu os chutes de Cota e Paola, na terceira chance ela nada pode fazer. Quando o relógio marcava três minutos, após boa troca de passes da Malgi, Evelyn apareceu livre dentro da área e rolou pro meio, Letícia tentou afastar e mandou para o próprio gol. Malgi 1 a 0 Cometa.

Pouco depois do gol, o Cometa respondeu. Laine arriscou de longe e Lelê espalmou para escanteio. A resposta da Malgi veio com Cota que girou sobre a marcação e finalizou de perna esquerda para fora. Aos 7 minutos, a Malgi ampliou o placar em um golaço de Larissa. Em cobrança de falta, Dudinha rolou para Larissa, que ajeitou e soltou a bomba no ângulo, sem chances para Claudia.

A torcida ainda comemora no ginásio do Paulista, quando Bruna marcou o terceiro. Um minuto após marcar o gol, Larissa serviu de garçom e deixou Bruna livre sem goleira para marcar.

Numa das poucas oportunidades das visitantes, Mariane cobrou falta no ânulo e Lelê espalmou para escanteio. No lance seguinte, Dudinha perdeu um gol incrível. A ala recebeu belo passe de Evelyn, arrancou em velocidade, passou pela goleira e na hora de finalizar, pegou mal na bola e mandou para fora com o gol vazio. Pouco depois Evelyn apareceu novamente, dessa vez tabelou com Cota e de carrinho obrigou Claudia a fazer grande defesa.

Aos 14 minutos, as visitantes diminuíram o placar. Após linda troca de passes da Malgi, Evelyn pisou para Keka soltar a bomba, Claudia espalmou e acabou armando o contra ataque para o Cometa, Lisiane recebeu no meio da quadra e arriscou, a bola desviou em Keka e enganou a goleira Lelê, Malgi 4×1 Cometa.

No fim após nova troca de passes envolvente, a bola chegou até Cota, que chutou cruzado achando Dani livre na segunda trave, a pivô só escorou para o gol vazio.

Gol relâmpago
Sob o forte calor que fazia no ginásio do Paulista, a Malgi começou o segundo tempo a todo vapor e com 7 segundos Paola ampliou a vantagem. Logo na saída de bola Cota lançou para área, Dudinha e Claudia dividiram no alto e a bola sobrou para Paola finalizar para o gol.

Muitas chances perdidas
Mesmo com a vantagem de quatro gols e podendo até empatar para chegar a decisão, a Malgi/CAVG seguiu pressionando o Cometa e foi então que começou chuva de gols perdidos. Na primeira tentativa Paola recebeu de Cota dentro da área e finalizou em cima de Claudia. No lance seguinte após rápido contra ataque, Bruna e Dani saíram cara a cara com Claudia, Bruna tocou forte para Dani que não conseguiu alcançar. Pouco depois Dani fez boa jogada no meio e abriu para Larissa que na saída de Claudia tentou por cobertura, a goleira foi bem e defendeu. No lance seguinte, Larissa apareceu livre mais uma vez pela esquerda, chutou forte, raspando a trave.

Insaciável, a Malgi seguia pressionando Marcando em cima, Dudinha recuperou bola da defesa do Cometa e chutou rasteiro, a bola pegou na trave e saiu. Pouco depois foi Keka quem recuperou bola e serviu Cota, a pivô saiu na frente de Claudia e finalizou para fora. No minuto seguinte, Cota apareceu novamente, dessa vez cobrou lateral rápido para Dudinha que chutou forte para nova defesa de Claudia.

Pouco depois, a dupla voltou a aparecer, após linda tabela de Cota com Dudinha, a pivô recebeu na entrada da área e finalizou de carrinho, a bola passou raspando a trave e saiu.

Numa das raras chances do Cometa, Laine arriscou de fora da área e Dani Richter espalmou para fora. Após o susto, a Malgi teve mais uma chance claríssima de gol. Karina apertou a marcação e recuperou bola da defesa do Cometa, saiu na frente de Claudia e finalizou para fora.

Kerolin amplia no fim
No último lance de perigo da partida, após nova bola recuperada pela Malgi, Larissa encontrou Kerolin livre na direita a ala ajeitou e chutou no canto para marcar seu segundo gol pela equipe principal da Malgi, o sexta da equipe na partida.

Agora a Malgi/CAVG aguarda a definição do adversário da final. O vencedor do confronto entre Celemaster e Acaf/Figueira enfrenta a Malgi em duas partidas. O duelo decisivo da final acontece em Pelotas.

#SejaSócio #JogueJunto