UM PASSO DE CADA VEZ

Um passo de cada vez, é com esse pensamento que a Malgi se construiu nesses dez anos e hoje deu mais um passo. Escrevemos um novo capítulo em nossa história. Disputamos nossas primeira competição nacional, diante do nosso torcedor, na nossa cidade. A classificação não veio, mas o sentimento de dever cumprido ao representar o RS na Copa do Brasil é o que deixamos ao final da partida.

Não conseguimos reverter o resultado negativo da partida em São Paulo e novamente acabamos derrotadas por Taboão da Serra na Copa do Brasil. Com o resultado nos despedimos da competição.

O jogo
Tarde ensolarada, bom público no ginásio e equipes qualificadas. Todos os ingredientes para uma grande partida estavam preparados e a expectativa se concretizou quando a bola rolou.

Em vantagem no confronto, o Taboão veio para cima nos primeiros minutos e chegou com perigo com Luana e Gabriela, mas ambas pararam em Lelê. A Malgi por sua vez, precisa vencer a partida e com isso a partida ficou aberta. Evelyn em jogada individual foi a primeira a assustar, mas adiantou demais a bola e Flávia defendeu. A goleira do Taboão voltou a aparecer pouco depois para evitar o gol de Larissa.

Com chances para os dois lados, era questão de tempo para que o placar fosse aberto e o zero saiu do placar aos 7 minutos, em favor das visitantes. Gabriela recebeu passe da direita e de carrinho completou para o gol, abrindo o placar. Malgi 0x1 Taboão.

O gol acordou a Malgi que teve quatro chances seguidas para empatar a partida. Na primeira Evelyn passou pela marcação e cruzou rasteiro, Dani por muito pouco não conseguiu completar para o gol. Pouco depois Larissa avançou pela ala esquerda e finalizou para fora. A ala apareceu de novo no minuto seguinte para completar para fora, o lançamento de Lelê.

A melhor chance de gol da Malgi na primeira etapa veio com Keka. A fixa recebeu de Evelyn na entrada da área, passou pela marcação e de perna esquerda finalizou para grande defesa de Flavi. No lance seguinte Manu rolou para Dudinha que finalizou forte rasteiro a esquerda do gol de Flavi.

Após a sequência de ataques da Malgi, o Taboão voltou a assustar e Lorrana só não abriu o placar por que Lelê fez grande defesa. Na sequência da jogada, Larissa recebeu na esquerda e deu lindo lançamento para Keka, a fixa chegou finalizando de primeira e mandou para fora.

Com as duas equipes buscando a vitória, o confronto mostrava muita igualdade e o primeiro tempo se encaminhava para o final com vitória das Paulista pelo placar mínimo. Mas restando um minuto para o fim, Marília errou na saída de bola e foi desarmada por Gabriela que adiantou e finalizou no canto, sem chances para Lelê.

Nos últimos segundos, a Malgi ainda tentou diminuir, mas não conseguiu passar pela goleira Flavi. Na primeira chance Keka cobrou falta forte e a goleira espalmou para escanteio. Na cobrança, Dudinha encontrou Evelyn na área e a ala finalizou para grande defesa da goleira.

Queda de rendimento
Se na primeira etapa o duelo mostrou igualdade, no segundo tempo as visitantes dominaram as ações da partida. Logo na primeira chance de gol Natalinha marcou o terceiro de Taboão. Aos 2 minutos, após erra na saída de bola da Malgi, Luana recebeu dentro da área e de primeira serviu Natalinha, livre mandar pro gol.

O terceiro gol animou as paulistas que seguiram pressionando. Foi aí que Dani Richter precisou aparecer. Uma dos destaques da partida de ida em São Paulo, a goleira da Malgi apareceu duas vezes para evitar os gols de Pão e Luana, está com a perna.

Aos 4 minutos do segundo tempo, nem Dani Richter foi capaz de evitar o quarto gol do Taboão. Em novo erro na saída de bola da Malgi, Pão recebeu na entrada da área e chutou forte no canto direito de Richter, que nada pode fazer.

A resposta da Malgi veio com Evelyn que de carrinho finalizou perto do gol de Flavi. Pouco depois, Gabriela recuperou bola da defesa da Malgi, tabelou com Natalinha e por muito pouco não conseguiu completar para o gol. A pressão deu resultado aos 12 minutos. Keka tentou driblar Lorrana na quadra de defesa e foi desarmada pela ala, que avançou e chutou no canto na saída de Dani Richter, marcando o quinto.

Com o resultado, o técnico Maurício Giusti colocou Dudinha como goleira linha e a mudança fez a Malgi criar mais chances de gols. Na primeira Dudinha chutou cruzado e Keka por muito pouco não completou para o gol. Depois foi Manu, que recebeu no meio e finalizou forte para grande defesa de Flavi. No fim Fezinha ainda teve a oportunidade de ampliar. Mas Dani Richter novamente fez grande defesa.

Com o resultado a Malgi se despede da Copa do Brasil, o Taboão da Serra avança às semifinais. Agora a Malgi volta o seu foco para disputa da Liga Gaúcha. No próximo dia 28, as meninas recebem a Celemaster na primeira partida da semifinal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s