PRÉ-JOGO MALGI X ACAF/FIGUEIRA

Domingo, a Malgi/CAVG inicia sua caminhada na Taça Farroupilha, segundo turno do Campeonato Estadual. Campeã do primeiro turno (Taça RS), as meninas sagram-se campeãs Estadual se também conquistarem a Taça Farroupilha. Para isso precisam iniciar com pé direito nesta fase e o primeiro desafio é fora de casa.

Embaladas pelos títulos da Taça RS e do JAP, as meninas vão a Cruz Alta encarar a Acaf/Figueira, adversário que já enfrentou três vezes nesta temporada. Na primeira rodada da Taça RS e nos dois jogos da semifinal, a Malgi levou a melhor aos derrotar a equipe de Cruz Alta por 8 a 2 em duas oportunidades e 4 a 0 na segunda partida da semifinal.

Malgi e Acaf/Figueira se enfrentam no domingo (12), às 11h15 no ginásio Municipal de Cruz Alta.

ARBITRAGEM MALGI

Árbitro Principal: Edegar da Silva Frick
Árbitro Auxiliar: Jandrei Krammes
Anotador: Jaqueline Ferreira Alvares
Cronometrista: Fernando Luis Grave

ABRE ASPAS

Maurício Giusti: “Iniciamos nossa trajetória no segundo turno fora de casa, contra um adversário que é muito forte dentro de casa. Agora começa tudo do zero, a conquista da Taça RS não significa nada no segundo turno, apenas nos mostra que estamos no caminho certo e que precisamos continuar mantendo o alto nível de atuação. A partida deste domingo será completamente diferente das anteriores que fizemos com elas, agora elas já conhecem a nossa equipe, farão de tudo para nos derrotar. Mas estamos preparadas, vamos a Cruz Alta focadas em fazer mais uma grande partida e retornar com um resultado positivo.”

Lelê: “Nosso primeiro objetivo foi alcançado, mas não podemos relaxar. Sabemos que o segundo turno começa tudo do zero, e todos tem chances iguais de chegar. Trabalhamos para corrigir nossos erros do último jogo contra elas e vamos para Cruz Alta preparadas para fazer uma boa estreia nesse segundo turno e voltar com os três pontos para Pelotas.”

Thais: “Primeiro objetivo foi alcançado, agora tudo se inicia novamente. Neste primeiro jogo do segundo turno, vamos em busca de um resultado positivo fora de casa, sabemos da qualidade do adversário e que será muito importante começar com o pé direito essa segunda fase do estadual”.

ULTIMA PARTIDA

22 de julho de 2018, semifinal da Taça RS, jogo de volta, no Ginásio do Paulista FC, em Pelotas: Malgi 4×0 Acaf/Figueira.

RETROSPECTO MALGI2

3 Jogos:
– 3 Vitórias da Malgi (20 gols)
– 0 Vitória da Acaf/Figueira (4 gols)
– 0 Empates

ELENCO

Goleiras: Lelê e Dani Richter;
Fixas: Bruna, Keka e Tuigui;
Alas: Dudinha, Evelyn, Jaque, Kerolin, Sarah, Larissa, Paola e Thais;
Pivôs: Dani, Cota, Karina e Marília.

É TETRA!

Pelo quarto ano consecutivo a Malgi/CAVG é a campeã dos Jogos Abertos de Pelotas. Após vencer o primeiro turno do Estadual no domingo (5), nesta quinta-feira as meninas voltaram a quadra para conquistar o tetracampeonato.

Com uma campanha irretocável a Malgi venceu os cinco jogos que fez na competição, marcando 28 gols e sofrendo apenas um e pelo quarto ano seguido foram campeãs invictas do JAP..

Susto no início
A Malgi deu um susto no seu torcedor no início da partida. Logo a dois minutos Elinha recebeu na entrada da área, girou e abriu o placar.

Um minuto mais tarde Larissa recebeu de Cota e chutou forte no ângulo para deixar tudo igual.

Pouco depois Elinha quase marcou o segundo das Rio-grandinas, em chute rasteiro ela acertou a trave de Lelê. A resposta da Malgi veio com Bruna que chutou cruzado para defesa de Amanda.

A jogada animou a Malgi que chegou a virada com Karina. Após jogada de lateral Cota chutou cruzado e Karina desviou no contra pé de Amanda. No fim Lelê apareceu bem e evitou o empate.

Confirmando o título
No segundo tempo a Malgi veio disposta a definir o placar e garantir o título. Artilheira da Malgi na competição, a pivô Karina só não ampliou porque Gra em cima da linha evitou o gol.

A pivô aparecer mais uma pouco depois, dessas vez tabelou com Cota que chutou rasteiro, acertando a trave.

A pressão da Malgi deu resultado em rápido contra ataque puxado por Dudinha, que tocou para Cota, a pivô virou a jogada para Paola que devolveu para a capitã livre empurrar para o gol.

No fim Cota deu sua terceira assistência na partida, achando Bruna livre na área ,a fixa escorou de perna esquerda para as redes, definindo o placar 4 a 1.

Além do título, a Malgi ainda teve quatro nomes na seleção do campeonato, a goleira Lelê, a fixa Bruna, a pivô Karina e o técnico Maurício Giusti.

Agora a Malgi volta o seu foco para o campeonato Estadual, já neste domingo às meninas viajam a Cruz Alta para enfrentar a Acaf/Figueira na estreia do segundo Turno (Taça Farroupilha).

Campanha:
Jogos: 5
Vitórias: 5
Empates: 0
Derrotas: 0
Gols Marcados: 28
Gol Sofridos: 1
Saldo: 27
Aproveitamento: 100%

Primeira Fase
Malgi 11×0 Mayorka
Malgi 1×0 Phenix RG
Malgi 6×0 Cristal

Semifinal
Malgi 6×0 Phenix RG

Final
Malgi/CAVG 4×1 Mais Tempero/Contag

Artilheiras:
Karina – 9 Gols
Dani – 4 gols
Dudinha – 4 Gols
Larissa – 3 Gol
Paola – 2 Gols
Evelyn – 2 Gols
Thais – 1 Gol
Bruna – 1 Gol
Cota– 1 Gol
Tuigui – 1 Gol

Grupo Campeão:
Goleiras
13 – Dani Richter
20 – Lelê

Fixas
4 – Keka
5 – Tuigui
14 – Bruna

Alas
7 – Evelyn
10 – Larissa
12 – Paola
16 – Dudinha

Pivôs
5 – Cota
9 – Dani
11 – Karina
17 – Thais

MAIS UMA DECISÃO

A Malgi/CAVG tem mais uma decisão pela frente nesta semana. Após conquistar o primeiro turno do Campeonato Estadual, no domingo (5), as meninas voltam a quadra nesta quinta-feira para tentar a conquista do tetracampeonato dos Jogos Abertos de Pelotas.

Atual tricampeã da competição, a Malgi chega a final tentando fazer história. As meninas entram em quadra nesta quinta para defender uma invencibilidade de três anos na competição e conquistar o quarto título do JAP de forma consecutiva.

Dona de quatro vitórias em quatro jogos na edição atual do JAP, 24 gols marcados e nenhum sofrido, a Malgi terá um duelo difícil pela frente, a equipe do Mais Tempero/Contag que também está invicta na competição. A final inicialmente marcada para o dia 7 de julho, foi adiada pelas condições climáticas e será disputada nesta quinta-feira (9), às 20h30 no ginásio Municipal, com entrada franca para o público.

 

A TAÇA RS É NOSSA!

A Taça RS 2018 é da Malgi/CAVG. Jogando em Pelotas, as meninas reverteram o resultado adverso do primeiro jogo da decisão e após uma vitória por 3 a 2 no tempo normal, derrotaram a Celemaster por 1 a 0 na prorrogação e ficaram com o título do primeiro turno do Estadual 2018.

Reforço importante
Para a partida deste domingo, a Malgi contou com um reforço de peso. Melhor fixa do Estadual 2017, Keka voltou as quadras após sete meses se recuperando de uma cirurgia para corrigir uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo.

Primeiro tempo movimentado
Reforçada por Keka e pela torcida que lotou o ginásio do Paulista, a Malgi buscou o gol no inicio da partida, Na primeira chegada Cota recebeu de Dudinha e finalizou para fora. No lance seguinte, após bate rebate na área a bola bateu na mão de uma das jogadoras da Celemaster, o arbitro da partida assinalou pênalti, Cota foi precisa na cobrança e abriu o placar. Dois minutos mais tarde em lance semelhante na área da Malgi o arbitro da partida marcou pênalti para a Celemaster, Gabriela foi para a bola e deixou tudo igual 1 a 1.

A ala da Celemater era a principal jogadora das visitantes e aos 12 minuto, ela só não virou por que Karina de carrinho tirou a bola em cima da linha. Pouco depois, após ataque rápido da Malgi, Evelyn tentou a finalização e mais uma vez a bola bateu na mão da jogadora da Celemaster, Cota foi para a bola mais uma vez e mandou no ângulo, Malgi 2a1
.
Após o segundo gol, a goleira Dani começou a se destacar pelo lado da Malgi, foram ao menos três intervenções cirúrgicas da goleira evitando o empate da Celemaster. A resposta da Malgi, por sua vez foi certeira, quando faltavam pouco mais de três minutos para o final do primeiro tempo, Cota em cobrança de escanteio achou Dudinha na área, a ala finalizou de primeira para marcou o terceiro. Um minuto mais tarde Becha aproveitou sobra dentro da área e mandou para as redes, 3 a 2. No fim, Dani voltou a aparecer e com duas grande defesas evitou o empate.

Segundo tempo nervoso
Se as emoções já eram grandes no primeiro tempo, elas ficaram ainda maiores na segunda etapa. Com o resultado que levava o duelo para a prorrogação, Malgi e Celemaster fizeram um segundo tempo eletrizante, onde quem chamou a atenção foram as goleiras. Logo no primeiro minuto, após jogada ensaiada de lateral, Larissa chutou de bico, raspando a trave.  Pouco depois foi a vez de Dani aparecer, Becha fez jogada individual e chutou forte, a goleira da Malgi mandou para escanteio. No lance seguinte Tiphane acertou a trave e no rebote Dani operou um milagre para evitar o empate da Celemaster.

Atrás no placar e precisando de um empate para garantir o título, a Celemaster se lançou ao ataque e Dani brilhou mais um vez ao fazer grande defesa em chute de Gabriela. Quando Dani não defendeu, Dudinha e Tuigui se jogaram de carrinho e evitaram o empate.

Inspirada, Dani voltou a aparecer mais uma vez para evitar o gol de Becha. Na sequencia Dani fez outra grande defesa para evitar o gol de Duda. A resposta da Malgi veio com Cota que completou lançamento de Keka para defesa de Laís.

Muito disputada a partida contava com forte marcação de ambas as equipes e aos 15 minutos do segundo tempo, a Celemaster estourou o limite de faltas. Na cobrança do tito livre, Karina chutou forte a direita de Laís. No minuto seguinte Evelyn fez grande jogada individual e finalizou de bico na trave.

Numa das últimas oportunidades de conquistar o empate, Gabriela avançou pela direita e chutou rasteiro, Dani apareceu mais um vez e garantiu a vitória. Com o resultado a partida foi para a prorrogação.

Gol relâmpago
Sem nenhuma vantagem na prorrogação, as equipes precisavam ir para cima para buscar o título e a Malgi foi cirúrgica em seu primeiro ataque. Em bela jogada ensaiada de lateral Dudinha achou Cota na área, a pivô girou sobre a marcação e chutou no canto, para marcar aquele que seria o gol do título, o 12º dela no Estadual em oito jogos. O gol animou a Malgi e Dudinha em duas oportunidades, quase ampliou. Lais apareceu bem e evitou o segundo gol da Malgi. Pouco depois foi a vez de Larissa para na goleira adversária que espalmou para escanteio,  Definindo o placar do primeiro tempo.

Força defensiva garante Taça
No segundo tempo da prorrogação, a dedicação defensiva da Malgi fez a diferença. Incansáveis, as meninas brecavam todas as investidas ofensivas da Celemaster. Quando ninguém interceptava as ações, Dani mostrava segurança lá atras. Ela apareceu mais uma vez nos minutos finais para defender chute de Dani Fleitas.

Na última oportunidade do jogo, Keka por pouco não coroou o título com um golaço. Evelyn pegou a bola na quadra de defesa e foi enfileirando as adversárias, foram três jogadoras da Celemaster que ficaram para trás, com direito a caneta. A ala ajeitou na entrada da área e rolou para Keka que dominou e chutou no canto, Lais espalmou. No fim a Celemaster até colocou a goleira linha, mas não evitou a vitória das Pelotense.

Com o resultado a Malgi se sagrou Campeã da Taça RS, primeiro turno do Estadual. Garantiu uma vaga na decisão geral do Estadual e de quebra garantiu vaga em uma competição nacional para 2019, Taça Brasil (caso seja campeã Estadual) ou Copa do Brasil (em caso de vice-campeonato Estadual).

Agora as meninas voltam o seu foco para mais uma decisão, na quinta-feira dia 9, as meninas entram m quadra para tentar o tetracampeonato do Jogos Abertos de Pelotas.

Campanha
8 Jogos
7 Vitórias
0 Empates
1 Derrota
35 Gols Marcados
16 Gols Sofridos
19 Saldo
87,5% de Aproveitamento

Foto: Gabriel Huth – Diário Popular

PRÉ-JOGO: MALGI X CELEMASTER

Domingo é dia lotar o ginásio do Paulista e apoiar a Malgi/CAVG em busca do inédito título da Taça RS. Melhores campanhas da competição, Malgi e Celemaster voltam a se enfrentar para definir quem será o campeão do primeiro turno do Campeonato Estadual 2018.

Atrás no disputa pelo título após perder a partida de ida em Uruguaiana, a Malgi precisa vencer neste domingo em Pelotas para levar a decisão para a prorrogação. Quem vencer na prorrogação é campeã, em caso de empate na prorrogação a partida vai para os pênaltis. A Celemaster joga pelo empate no tempo normal para levar a Taça para uruguaiana.

Com seis vitórias em sete jogos cada, a Malgi/CAVG e Celemaster só perderam quando se enfrentaram. No duelo da primeira fase válido pela segunda rodada, a Malgi venceu a Celemaster em Uruguaiana, já as uruguaianenses derrotaram as Pelotenses no último final de semana na primeira partida da final.

TRANSMISSÃO MALGI

Rádio Alegria FM

ARBITRAGEM MALGI

Árbitro Principal: Érico Andrade Carvalho
Árbitro Auxiliar: Alexandre Rodrigues Orestes
Anotador: Renata Campos da Fonseca
Cronometrista: Letícia Duarte Fureza
Representante de Quadra: Leandro Tonhi

ABRE ASPAS

Maurício Giusti: “Na partida de ida não conseguir repetir nossas grandes atuações, deixamos a desejar, principalmente na segunda etapa. Temos consciência disso, sabemos que podemos jogar muito melhor, como fizemos durante toda a temporada. O torcedor pode ter certeza que faremos um grande jogo dentro de casa. Vamos nos doar do inicio ao fim para ficar com esse título em Pelotas. Esperamos o apoio deles, queremos casa cheia, pois será um incentivo a mais para as meninas .”

Dani Richter “Sabemos do jogo que fizemos em Uruguaiana, não foi do nosso agrado. Mas sabemos que temos um time qualificado para buscar a vitória dentro de casa. Treinamos essa semana em cima dos nossos erros, para corrigi-los para o jogo da Final. A expectativa é que façamos um grande jogo e que consigamos sair com um resultado positivo trazendo o título para Pelotas.”

Paola “Tá chegando a hora da decisão e já não tem muito o que falar. Agora é manter a concentração pra esse jogo e dar o melhor dentro de quadra. Tenho certeza que será um grande jogo e que não vamos repetir a atuação da última partida. Contamos com o apoio do nosso torcedor. Nós não vamos desistir!”

INGRESSOS

Os ingressos para a partida custam R$ 15 ou R$ 10 mais 1 kg de alimento não perecível e serão comercializados no ginásio do Paulista FC.

ULTIMA PARTIDA

28 de julho de 2018, final da Taça RS, Jogo de ida, no Ginásio Municipal de Uruguaiana, em Uruguaiana: Celemaster 7×1 Malgi

RETROSPECTO MALGI2

8 Jogos:
– 7 Vitórias da Celemaster (41 gols)
– 1 Vitória da Malgi (16 gols)
– 0 Empates

ELENCO

Goleiras: Lelê e Dani Richter;
Fixas: Bruna, Keka e Tuigui;
Alas: Dudinha, Evelyn, Jaque, Kerolin, Sarah, Larissa, Paola e Thais;
Pivôs: Dani, Cota, Karina e Marília.

FICOU TUDO PRA PELOTAS

A decisão da Taça RS teve seu primeiro capítulo neste sábado, em Uruguaiana. Jogando diante de seu torcedor a Celemaster levou a melhor sobre a Malgi, que foi derrotada pela primeira vez na competição. O jogo decisivo da competição acontece no próximo domingo em Pelotas.

Primeiro tempo de igualdade
Malgi e Celemaster fizeram um primeiro tempo de igualdade em Uruguaiana. Com chances para os dois lados, a primeira etapa foi marcada por grande atuações da goleiras Lelê e Laís.

A primeira chance de gol foi de Paola que finalizou para defesa de Laís. A resposta das donas da casa veio com Gabriela que arriscou chute da intermediária, a esquerda de Lelê.

Quando o relógio marcava nove minutos, Lelê achou Karina livre dentro da área, a pivô dominou, girou e chutou forte sem chances para Laís abrindo o placar para a Malgi.

Após o gol a Celemaster se lançou ao ataque e Lelê com duas grandes defesas evitou o empate. Na primeira empalMou para o lado chute cruzado de Dani Fleitas e no lance seguinte parou mais uma vez a ala da Celemaster, no rebote Tiphane perdeu um gol incrível. Aos 15 minutos a pressão da Celemaster deu resultado. Gabriela arrastou a bola pela ala e achou Dani Fleitas livre na entrada da área, a ala tocou na saída de Lelê para empatar.

Pouco depois do gol, a goleira da Celemaster voltaria a trabalhar. Cota recuperou bola na quadra de ataque, avançou e finalizou cruzado, Laís espalmou. Na sequência Larissa lançou Karina dentro da área, a pivô finalizou e Laís fez grande defesa.

No último lance do primeiro tempo Becha teve a chance de virar o placar, mas Lelê saiu bem do gol e fez grande defesa.

Segundo tempo para esquecer
Se no primeiro tempo a Malgi teve grande atuação, o segundo tempo é para se esquecer. As meninas não conseguiram repetir a atuação da primeira etapa e acabaram goleadas pela Celemaster.

Logo no início do jogo Cota teve a chance de marcar o segundo, a pivô recebeu de Karina e tocou por cobertura na saída de Laís, Duda em cima da linha evitou o gol. A resposta da Celemaster foi certeira. Gabriela avançou pela esquerda e achou Becha livre no segundo pau, a pivô Argentina só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.

Dois minutos mais tarde Laís arriscou da sua área e encobriu a goleira Lelê que estava adiantada, a bola bateu no travessão e entrou. Pouco depois Larissa teve a chance de diminuir, a ala recebeu de Bruna e finalizou cRuzado a bola passou raspando a trave esquerda de Laís.

No lance seguinte, Gabriela mais uma vez encontrou Becha livre na segunda trave e a pivô só escorou para o gol vazio. A pivô voltou a aparecer pouco depois, Becha recebeu na frente, tentou driblar Lelê e se jogou, o árbitro da partida marcou pênalti, e ainda deu cartão amarelo para goleira da Malgi. Na cobrança Gabriela chutou forte no canto, sem chances para Lelê.

No lance seguinte, após erro na saída de bola da Malgi, Victória roubou a bola de Bruna e marcou o sexta. Pouco depois em mais um erro na saída de bola da Malgi, Gabriela recebeu livre na esquerda e definiu o placar.

No fim Karina e Thais tiveram oportunidades de diminuir o placar, em contra-ataques, mas não conseguiram passar pela goleira adversária.

Com o resultado a Malgi precisa de uma vitória simples no próximo domingo para levar a decisão para prorrogação, a Celemaster joga pelo empate para ficar com o título. Malgi e Celemaster duelam no domingo, às 16h no ginásio do Paulista FC.

  • As imagens da partida estão em nosso Instagram

PRÉ-JOGO: MALGI X CELEMASTER

Donas das melhores campanhas no Estadual 2018, Malgi e Celemaster iniciam neste sábado a disputa pelo título da Taça RS, Como é denominado o primeiro turno do Campeonato Estadual.

Única equipe 100% no Estadual, com 6 vitórias em 6 jogos, a Malgi vai a Uruguaiana enfrentar a Celemaster que também faz grande campanha na competição. As uruguaianenses perderam apenas uma partida na competição, exatamente para a Malgi. Na segunda rodada, quando faltavam nove segundos para o final da partida Evelyn marcou o gol da vitória da Malgi por 3 a 2 em Uruguaiana.

A vitória das Pelotenses foi a única até hoje no confronto entre as equipes, nos outros seis duelos, realizados nos anos de 2016 e 2017, vitórias da Celemaster. O duelo deste sábado também colocará frente a frente as artilheiras do Estadual. Melhor pivô do Estadual 2017, Cota já balançou as redes nove vezes com a camisa da Malgi, ela só fica atras de Gabriela. A ala da Celemaster é a artilheira da competição com dez gols. As duas estão confirmadas para a partida.

TRANSMISSÃO MALGI

Rádio Alegria FM

ARBITRAGEM MALGI

Árbitro Principal: Vinícius Jardim Oliano
Árbitro Auxiliar: Mauro Teixeira Vasconcelos
Anotador: Stefany Guimarães Fagundes Oliano
Cronometrista: Ismael Jung Sanchotene

ABRE ASPAS

Maurício Giusti: “Chegamos ao momentos que todos esperávamos. Trabalhamos duro durante todo o ano para chegar a essa decisão. Tivemos uma campanha irretocável até aqui, mas sabemos que isso não vale nada para a decisão. Final é 50% para cada lado. Elas estão acostumadas a chegar em finais, são as atuais campeãs e serão um adversário dificílimo. Mas se chegamos até aqui foi por nossos méritos, não foi por acaso, trabalhamos muito e seguimos trabalhamos para fazer um grande jogo em Uruguaiana e retornar com um resultado positivo.”

Cota “Acredito que será um.jogo muito disputado la em Uruguaiana. A Celemaster é a favorita por que é a atual campeã e já tem experiência em finais. Estamos trabalhando forte para o jogo lá, sabemos.das dificuldades que vamos enfrentar e que o jogo da primeira fase (vitória por 3 a 2) já passou e não vale de nada para a Final.”

Dudinha “Mais uma etapa se cumpriu, a semifinal passou e pela primeira vez estamos em uma final estadual. A expectativa é muito grande, o esforço e dedicação de todas fez com que chegássemos nesse momento. Agora vamos em busca de realizar o sonho do título de campeãs estaduais. Enfrentar uma equipe forte como o Celemaster só nos motiva cada vez mais a querer evoluir e melhorar e , assim, buscar a Vitória nos dois jogos, conquistando o primeiro turno.”

ULTIMA PARTIDA

19 de maio de 2018, segunda rodada da Taça RS, no Ginásio Municipal de Uruguaiana, em Uruguaiana: Celemaster 2×3 Malgi

RETROSPECTO MALGI2

7 Jogos:
– 6 Vitórias da Celemaster (34 gols)
– 1 Vitória da Malgi (15 gols)
– 0 Empates

ELENCO

Goleiras: Lelê e Dani Richter;
Fixas: Bruna, Keka e Tuigui;
Alas: Dudinha, Evelyn, Jaque, Kerolin, Sarah, Larissa, Paola e Thais;
Pivôs: Dani, Cota, Karina e Marília.

FAZENDO HISTÓRIA

A Malgi segue fazendo história no Campeonato Estadual. Neste domingo foi dia de garantir a classificação inédita para final da Taça RS e ela veio após mais um vitória, 4 a 0 sobre a Acaf/Figueira, no ginásio do Paulista. Agora serão mais dois jogos para tentar o inédito título Estadual. O adversário será a Celemaster Uruguaianense, atual campeã Estadual.

Primeiro tempo morno
Com vantagem no confronto e jogando diante do seu torcedor, a Malgi comandou as ações da partida desde os minutos iniciais, mas com pouco criatividade de ambas as equipes a primeira etapa não teve muitas emoções.

Foram poucas chances claras de gol no primeiro tempo, na primeira grande oportunidade Tuigui cobrou escanteio para Cota e a pivô soltou a bomba no travessão, no rebote Dudinha tentou finalizar mas mandou para fora. Pouco depois, Dani desperdiçou grande oportunidade, a pivô recebeu na entrada da área, girou sobre a marcação e finalizou para fora.

Sem conseguir passar pela consistente defesa da Malgi, a Acaf/Figueira apostava em chutes de longe para tentar surpreender a goleira Lelê, que novamente com atuação segura impediu as ações adversárias. Quando Lelê não salvou, foi a trave que impediu o gol da Acaf/Figueira, após cobrança de falta.

Após o susto, a Malgi retomou o controle da partida e Cota e Lelê voltaram a aparecer. Quando o relógio marcava 17 minutos do primeiro tempo, em contra-ataque Lelê viu Cota livre na entrada da área e lançou com açúcar para a pivô que dominou, driblou a goleira e mandou para redes. Pouco depois Cota tentou mais um vez, mas parou na goleira Sil de grande atuação. Antes que o primeiro tempo acabasse a goleira também evitou o gol de Dani.

Segundo tempo movimentado
O segundo tempo começou muito movimentado, com muitas chances de gols. Na primeira delas, Thaís passou pela marcação e chutou forte para defesa de Sil. No lance seguinte, Cota aproveitou vacilo da defesa adversária, roubou a bola e chutou rasteiro no canto para fazer 2 a 0.

O gol complicou ainda mais a situação das visitantes e a partida passou a ter jogadas mais ríspidas e foi em uma delas que se originou o terceiro gol da Malgi, em uma cobrança de falta na entrada da área. Cota foi para bola e achou Evelyn livre do lado da trave, a ala teve tempo de dominar, ajeitar, antes de chutar para o fundo do gol.

Após o terceiro gol, a Acaf/Figueira apostou na entrada da goleira linha, mas não deu nem tempo de Ju se arrumar em baixo das traves e Lelê marcou o quarto. Gabi arriscou chute forte de longe, Lelê fez a defesa, observou que a goleira estava fora do gol e mandou por cobertura para definir o placar, Malgi 4 a 0. No fim Thaís ainda arriscou da entrada da área, mas parou na goleira adversária.

Com a vitória a Malgi garantiu a classificação para final da Taça RS e agora vai para dois confrontos com a Celemaster valendo o título. O primeiro duelo em Uruguaiana no próximo final de semana e no seguinte, em Pelotas.

PRÉ-JOGO MALGI X ACAF/FIGUEIRA

Domingo é dia de lotar no ginásio do Paulista e apoiar a Malgi em busca da inédita vaga na final do Campeonato Estadual. Melhor equipe da competição e com 100% de aproveitamento, a Malgi recebe a Acaf/Figueira em Pelotas pela segunda partida da semifinal da Taça RS.

Embaladas pelas cinco vitórias consecutivas na competição, as meninas recebem a Acaf/Figueira de Cruz Alta precisando apenas de um empate para chegar a final da Taça RS, como é denominado o primeiro turno da competição.

Este será o terceiro duelo na história entre as equipes, nos dois anteriores, realizados nesta temporada vitórias da Malgi, ambas por 8 a 2. Na estreia do Estadual, no ginásio do Paulista e na semana passada, pela semifinal em Cruz Alta.

ARBITRAGEM MALGI

Árbitro Principal: Érico Andrade Carvalho
Árbitro Auxiliar: Alexandre Rodrigues Orestes
Anotador: Wendel Silva de Souza
Cronometrista: Martina Laurino Teles

ABRE ASPAS

Maurício Giusti: “Semana cheia, o ótimo resultado do jogo de ida nos cria um alto grau de confiança para o jogo da volta, que não pode ser confundido com tranquilidade. O adversário nos colocou em situações extremas em Cruz Alta, a otina atuação da Lele garantiu que no primeiro tempo não tomássemos gol e conseguíssemos entrar no jogo e impor nosso ritmo. Agora é estudar novamente a Acaf/Figueira, preparar para situações especificas de jogos de mata-mata e contar com a torcida da Malgi, que lotando o ginásio, poderá empurrar a equipe para a nossa primeira final de Estadual e de quebra, até onde se tem informação, uma final inédita para um time pelotense no adulto feminino”.

Larissa: “Será um jogo difícil, como foi fora de casa. Buscamos corrigir nossos erros nos treinamentos da semana, o grupo está unido e preparado para o jogo. Contamos com a torcida de todos para buscarmos o resultado positivo e avançarmos para a grande final.”

INGRESSOS

Os ingressos para a partida custam R$ 15 ou R$ 10 mais 1 kg de alimento não perecível e serão comercializados no ginásio do Paulista FC.

*Torcedores que haviam adquirido ingresso para partida contra o União Independente pela terceira rodada, que foi cancelada pela greve dos caminhoneiros, podem trocar seu bilhete pelo da semifinal diretamente com a atleta que o vendeu ou no ginásio do Prófut com a diretoria.

ULTIMA PARTIDA

14 de julho de 2018, semifinal da Taça RS, jogo de ida, no Ginásio Municipal de Cruz Alta, em Cruz Alta: Acaf/Figueira 2×8 Malgi

RETROSPECTO MALGI2

2 Jogos:
– 2 Vitórias da Malgi (16 gols)
– 0 Vitória da Acaf/Figueira (4 gols)
– 0 Empates

ELENCO

Goleiras: Lelê e Dani Richter;
Fixas: Bruna, Keka e Tuigui;
Alas: Dudinha, Evelyn, Jaque, Kerolin, Sarah, Larissa, Paola e Thais;
Pivôs: Dani, Cota, Karina e Marília.

VITÓRIA IMPORTANTE

A Malgi deu um passo importante para conseguir uma vaga na final da Taça RS. Jogando em Cruz Alta, as meninas não deram chance para a Acaf/Figueira e venceram por 8 a 2, na primeira partida da semifinal.

Primeiro tempo truncado
Malgi e Acaf fizeram um primeiro tempo muito disputado, com as donas da casa iniciando melhor, mas com as Pelotenses dominando na maior parte do tempo.

O duelo começou com as donas da casa partindo pra cima e com Lelê se tornando um dos principais nomes da partida. A goleira da Malgi evitou ao menos cinco chances claras de gols da Acaf/Figueira. Quando ela não conseguiu salvar, Larissa tirou em cima da linha. Pelo lado da Malgi as melhores chances apareceram com Cota, que em chute cruzado por muito pouco não abriu o placar.

Com o passar do tempo nossas meninas começaram a se adaptar as dimensões inferiores da quadra de Cruz Alta e conseguiram impor seu ritmo. Aos 10 minutos em jogada inteligente, Evelyn percebeu a desatenção da marcação e cobrou lateral rápido para Dudinha, a ala chutou rasteiro cruzado e abriu o placar.

Três minutos mais tarde a ala voltou a aparecer, desta vez Dudinha passou pela marcação adversária e serviu Tuigui que chutou forte no canto para ampliar. No lance seguinte Tuigui por muito pouco não marcou o terceiro, a fixa apareceu livre pela esquerda e chutou forte acertando a trave. Um minuto mais tarde Tuigui voltou a aparecer, desta vez completou chute cruzado de Cota, que foi interceptado pela goleira em cima da linha.

Quando o relógio marcava dois minutos para o final, a bola da Malgi voltou a aparecer, novamente em jogada de lateral, Tuigui apareceu livre na segunda trave e completou passe de Paola, Cota acompanhou a jogada e mandou para o fundo das redes, 3 a 0.

Segundo tempo de muitos gols
A segunda etapa começou da mesma maneira que o primeiro tempo, com muitas chances de gols e defesas importantes de Lelê. Atrás do placar, a Acaf/Figueira tentou partir para cima e descontou aos 8 minutos, quando Gabi aproveitou chute cruzado para completar para o fundo do gol.

O gol não abalou a Malgi e Dudinha quase marcou o quarto no minuto seguinte. Tuigui recebeu livre na ponta direita e na saída da goleira serviu Dudinha que de primeira acertou a trave. Aos 12 minutos a ala não perdoou. Após linda tabela, Dudinha recebeu de Cota e chutou no canto marcando o quarto da Malgi.

As meninas ainda comemoravam o gol, quando a Acaf descontou.10 segundo após o gol de Dudinha, Gabi arriscou chute do meio da quadra e contou com um desvio na defesa para vencer a goleira Lelê, 4 a 2.

Vitória vira goleada
Movimentadíssimo o jogo teve uma chuva de gols na parte final. Aos 12min, Larissa recebeu de Cota, puxou para esquerda e mandou no ângulo sem chances para a goleira. Dois minutos depois, Karina recebeu próxima da área fez o que quis com a defensora e chutou no canto, golaço.

Aos 15, a pivô voltou a aparecer, desta vez sofreu falta na lateral esquerda. Na cobrança, Karina achou Bruna dentro da área e a fixa mandou para o fundo das redes, marcando o sétimo.

No fim Dani recebeu de Tuigui na entrada da área, chutou, a goleira espalmou e no rebote ela mesma mandou para as redes, definindo o placar Acaf/Figueira 2×8 Malgi.

Com o resultado a Malgi abre vantagem na disputa por uma vaga na decisão é segue 100% no Estadual. Agora as meninas podem até empatar no jogo de volta em Pelotas que avançam a final da Taça RS. O jogo de volta entre Malgi e Acaf/Figueira acontece no próximo domingo (22), às 16h no ginásio do Paulista FC.

#SejaSócio #JogueJunto