HORA DE VIRAR A CHAVE

Chegou a hora de virar a chave, mudar o objetivo e focar na disputa do Campeonato Estadual, que acontece em novembro. Na noite deste sábado nos despedimos da Liga Gaúcha, após novo confronto acirrado com a Celemaster, onde as Uruguaianenses levaram a melhor.

O duelo marcado por muito equilíbrio nos últimos anos, novamente foi muito disputado, com muitas chances de gols, vários cartões amarelos e disputa por cada centímetro da quadra.

Quem não faz? leva!
Precisando reverter a desvantagem de um gol da partida de ida em Pelotas, a Malgi foi a Uruguaiana disposta a voltar pra casa com a classificação e para isso, foi para cima no primeiro tempo, empilhando chances de gols perdidos, foram ao menos sete oportunidades de marcar.

Logo no início, Manu em chute forte obrigou Natália a trabalhar. A ala apareceu novamente em mais duas oportunidades. Na primeira parou na goleira e na segunda após linda tabela com Keka finalizou cruzado para fora.

Como diz o ditado, quem não faz? Leva! E foi isso que aconteceu. Após desperdiçar algumas oportunidades claras de gol, a Malgi viu a Celemaster abrir o placar aos 6 minutos. Manu, que era a jogadora mais perigosa da Malgi foi desarmada na quadra de ataque, Ana Clara puxou contra-cheque e serviu Dani Fleitas que deu um toque sútil na saída de Dani Richter para abrir o placar.

Após o gol, a Malgi teve mais três oportunidades claras de marcar. Na primeira Dudinha tabelou com Manu e mandou para fora, pouco depois Evelyn fez bela jogada individual, passou pela marcação e finalizou cruzado, Dudinha por pouco não alcançou. No fim veio a bola do jogo. Keka recebeu na direita e finalizou forte cruzado, Natália espalmou nos pés de Evelyn, que sozinha dentro da área mandou para fora a chance de empatar a partida. Antes do primeiro tempo acabar, Manu teve mais um oportunidade de deixar tudo igual. Em tiro-livre indireto, Keka rolou para Manu que chutou forte para defesa de Natália.

As visitantes assustaram em três oportunidades no primeiro tempo, além do gol de Dani Fleitas, Becha e Juliana em contra-ataques levaram perigo. Mas em ambas oportunidades Dani Richter apareceu bem e fez duas grandes defesas. Ana Clara em chute de longe ainda levou perigo, mas a primeira etapa terminou mesmo no 1 a 0.

Queda de intensidade
Se o primeiro tempo foi marcado pela intensidade da Malgi e por muitas chances de gols desperdiçadas, o segundo foi de superioridade das donas de casa. Logo no início, parecia que a partida seria igual a primeira etapa. Assim como no primeiro tempo, a chance inicial foi de Manu. A ala finalizou forte, a bola desviou na defesa e passou raspando a trave.

Após o lance, só deu Celemaster. Apostando na jogada com a pivô Becha, as donas da casa criaram as melhores oportunidades. Na primeira Becha escorou para Victória que finalizou para fora. Pouco depois, Ana Clara recebeu na frente e finalizou para grande defesa de Dani Richter. Aos 5 minutos, as donas da casa chegaram ao segundo gol. Dani Fleitas achou Victória livre na entrada da área e a ala finalizou na saída de Dani Richter para ampliar.

Principal jogadora do segundo tempo, Becha recebeu na frente, girou sob a marcação e só não marcou o terceiro, porque Dani Richter novamente salvou, na sequência Ana Clara finalizou no canto e a goleira novamente fez a defesa.

A pressão da Celemaster seguiu, e em contra-ataque Juliana finalizou rasteiro para grande defesa de Lelê. Pouco depois, Tety quase marcou um golaço, a pivô recebeu dentro da área e cavou na saída de Lelê, a bola bateu na trave e não entrou, no rebote Lelê espalmou. A trave voltou a salvar a Malgi minutos mais tarde, quando Becha girou para direita e finalizou forte no poste.

Com a desvantagem de dois gols, Lelê passou a jogar como uma espécie de goleira linha e criou boas oportunidades, na melhor delas a goleira finalizou do meio da quadra para grande defesa de Alessandra.

Aos 12 minutos, as Uruguaianenses chegaram ao terceiro gol. Duda recebeu na entrada da área e tocou por cobertura na saída de Lelê.

Com o gol, Dudinha entrou como goleira linha na Malgi e as Pelotenses conseguiram diminuir o placar. Primeiro a ala finalizou para defesa de Alessandra, depois Manu parou na goleira adversária. Mas restando pouco mais de um minuto Dani conseguiu marcar. Keka avançou pela ala esquerda e serviu Dani, livre na área, a pivô escorou de primeira e definiu o placar 3 a 1.

Agora, a Malgi volta a sua atenção para disputa do Campeonato Estadual da FGFS. Atual vicecampeã da competição, as Pelotenses sediam a competição nos dias 15, 16 e 17 de novembro no ginásio Municipal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s